SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2Mundos mesclados, espaços segregados: cultura material, mestiçagem e segmentação no sítio Aldeia em Santarém (PA)A nação pela pluma Natureza e sociedade no Museu do Índio (Rio de Janeiro, 1953-1957) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material

versão impressa ISSN 0101-4714

Resumo

GLUZMAN, Georgina. An. mus. paul. [online]. 2012, vol.20, n.2, pp.093-118. ISSN 0101-4714.  https://doi.org/10.1590/S0101-47142012000200004.

A história das mulheres artistas na Argentina ainda não foi escrita. No entanto, há um interesse crescente de pesquisadores em compreender as trajetórias de várias artistas que permanecem ocultas nos relatos historiográficos tradicionais. Uma das artistas mais importantes do campo artístico na Argentina dos anos 1920 e 1930 foi Lía Correa Morales, que participou d os salões de maior prestígio do país e foi ganhadora de vários prêmios. A morte de seu marido, o célebre escultor Rogelio Yrurtia, ocorrida em 1950, permitiu que a artista dirigisse um museu, uma situação sem precedentes para a época. No entanto, a correlação dessa conquista parece ter sido o abandono de sua bem-sucedida carreira artística. Neste artigo, abordamos esta fase da vida de Lia Correa Morales, por meio da análise de documentos pessoais e oficiais, e meditamos sobre a presença da artista no museu que liderou durante mais de vinte anos e onde está a maior parte de sua própria produção artística.

Palavras-chave : Argentina; Mulheres artistas; Lía Correa Morales; Museus.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons