SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 número5Eletroconvulsoterapia e estimulação magnética transcraniana: semelhanças e diferençasAplicação da estimulação magnética transcraniana de repetição no tratamento do transtorno obsessivo-compulsivo e outros transtornos de ansiedade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo)

versão impressa ISSN 0101-6083versão On-line ISSN 1806-938X

Resumo

ODEBRECHT, Marina; ROSA, Moacyr Alexandro; RIGONATTI, Sérgio Paulo  e  MARCOLIN, Marco Antônio. Estimulação magnética transcraniana na esquizofrenia. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2004, vol.31, n.5, pp.251-256. ISSN 1806-938X.  https://doi.org/10.1590/S0101-60832004000500009.

A estimulação magnética transcraniana (EMT) é uma nova técnica capaz de estimular o cérebro através de um método indolor, não-invasivo e simples de ser aplicado. A utilização da EMT em pacientes com esquizofrenia tem sido alvo de alguns estudos. Neste artigo é feita uma revisão destes estudos. Inicialmente é feita uma breve descrição dos fundamentos fisiopatológicos que explicariam a sua eficácia e o seu possível mecanismo de ação. A seguir, são analisados os primeiros estudos não controlados e, depois, os estudos sobre os efeitos em sintomas positivos, sintomas negativos e na catatonia. O número de pesquisas neste assunto é crescente, mas a utilização da EMT ainda está no início e é muito cedo para ser usada na prática clínica diária.

Palavras-chave : Esquizofrenia; tratamento; estimulação magnética.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons