SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue2Instruments for the assessment of social anxiety disorderGenital mutilation and psychosis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Archives of Clinical Psychiatry

Print version ISSN 0101-6083

Abstract

NOBREGA, Luciana Porto Cavalcante da et al. Alterações cutâneas com ziprasidona. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2005, vol.32, n.2, pp. 84-87. ISSN 0101-6083.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-60832005000200004.

Os antipsicóticos podem estar associados a alterações cutâneas adversas. Relatamos o caso de uma paciente do sexo feminino, 47 anos, em acompanhamento ambulatorial com o diagnóstico de esquizofrenia. Estava em uso de ziprasidona há sete semanas. Prescrita inicialmente na dose de 80 mg ao dia, a medicação foi aumentada para 120 mg após seis semanas. Sete dias após o aumento da dose, a paciente apresentou quadro de prurido associado a lesões eritematosas em alvo, acometendo tronco, membros superiores e inferiores. Após a suspensão do antipsicótico, houve remissão do quadro dermatológico. Embora haja menção prévia a efeitos colaterais de natureza cutânea durante o uso desta medicação, não encontrou-se na literatura relatos de associação entre eritema multiforme e ziprasidona.

Keywords : Antipsicótico; dermatopatia; eritema multiforme; erupção por droga; ziprasidona.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese