SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número1Transtornos de personalidade em pacientes com fobia socialAspectos clínicos da demência senil em instituições asilares índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo)

versão impressa ISSN 0101-6083versão On-line ISSN 1806-938X

Resumo

ABELHA, Lúcia et al. Avaliação do comportamento social, sintomas psiquiátricos e autonomia em pacientes psiquiátricos de longa permanência. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2006, vol.33, n.1, pp.10-17. ISSN 1806-938X.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-60832006000100002.

INTRODUÇÃO: No Brasil ainda são escassos os dados sobre limitações no comportamento social, sintomas psiquiátricos e habilidades de vida independente. Nesse sentido foi realizado um estudo seccional em uma população de 881 pacientes psiquiátricos de longa permanência. METODOLOGIA: Foram coletados dados de todos os pacientes residentes no Instituto Municipal Juliano Moreira, utilizando três instrumentos: Avaliação das Limitações no Comportamento Social (SBS-BR), Brief Psychiatric Rating Scale (BPRS) e o Inventário de Habilidades de Vida Independente para Pacientes Psiquiátricos - (ILSS-BR). RESULTADOS: Do total de pacientes, 75% apresentaram pouca habilidade de vida independente, score < 2, e limitações no comportamento social, especialmente nos itens: cuidados pessoais (50,9%), comunicação espontânea (46,2%) e retardo psico-motor (hipoatividade) (37,5%); 15.1% dos pacientes com esquizofrenia apresentaram sintomas graves de alucinações, delírios e desorganização conceitual; 11.5% dos pacientes esquizofrênicos não apresentaram sintomatologia psiquiátrica, no último mês, e 16% não apresentaram limitações no comportamento social. CONCLUSÃO: 50% dos pacientes têm mais de 65 anos e vivem na Instituição por mais de 38 anos. Apresentam altas taxas de problemas no comportamento e pouca autonomia. Os dados sugerem a importância de programas específicos para estes pacientes. Além disso, existe um grupo de pacientes sem sintomas psiquiátricos, com bom grau de autonomia e sem limitações no comportamento social que poderia viver em residências terapêuticas na comunidade.

Palavras-chave : Limitações sociais; sintomas psiquiátricos; autonomia.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons