SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número2Psicoterapia em grupo de pacientes com transtorno afetivo bipolarDor torácica no transtorno de pânico: sintoma somático ou manifestação de doença arterial coronariana? índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo)

versão impressa ISSN 0101-6083versão On-line ISSN 1806-938X

Resumo

SOUZA, Maximiliano Loiola Ponte de; SCHWEICKARDT, Júlio César  e  GARNELO, Luíza. O processo de alcoolização em populações indígenas do Alto Rio Negro e as limitações do CAGE como instrumento de screening para dependência ao álcool. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2007, vol.34, n.2, pp.90-96. ISSN 1806-938X.  https://doi.org/10.1590/S0101-60832007000200005.

CONTEXTO: Por meio de investigação qualitativa e interdisciplinar da validade teórica do CAGE como instrumento de screening para dependência ao álcool em populações indígenas do Alto Rio Negro, aborda-se a temática do uso de álcool em grupos culturalmente diferenciados, estudando a atribuição de significados do beber e as respostas dadas ao CAGE pelos indígenas entrevistados. MÉTODOS: As contribuições de Geertz (1989) e Menendez (1982) viabilizaram a distinção entre o conceito biomédico de dependência ao álcool e a noção de problemas relacionados ao uso do álcool, correlata ao plano da transgressão da norma social pelos bebedores. Ambas as noções foram subsumidas ao conceito de processo de alcoolização que remete às relações ambíguas e conflitivas travadas entre bebedores e não-bebedores em momentos históricos e situações sociais específicas. RESULTADOS: A análise das respostas ao CAGE mostrou incongruência entre seus objetivos e pressupostos e o entendimento indígena sobre o instrumento, invalidando um uso produtivo. CONCLUSÃO: Apesar da pretensão universalista do CAGE, a singularidade cultural indígena produziu novos e inesperados sentidos às perguntas-teste e gerou respostas infrutíferas para efetuar triagem de suspeitos de dependência ao álcool, na realidade estudada.

Palavras-chave : Índios sul-americanos; alcoolização; epidemiologia; antropologia da saúde; Alto Rio Negro.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons