SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue2Sleep quality and quality of life perception in orchestra musiciansEvaluation of personality traits in social phobia patients author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Psiquiatria Clínica

Print version ISSN 0101-6083

Abstract

DI NUCCI, Fabiana Regina Chinaglia de Freitas; COIMBRA, Arlete Maria Valente; NERI, Anita Liberalesso  and  YASSUDA, Mônica Sanches. Ausência de relação entre hipertensão arterial sistêmica e desempenho cognitivo em idosos de uma comunidade. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2010, vol.37, n.2, pp. 52-56. ISSN 0101-6083.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-60832010000200004.

CONTEXTO: Pesquisas documentam que a hipertensão arterial pode estar envolvida no declínio cognitivo em pacientes idosos. Estima-se que até 60% dos idosos apresentem hipertensão arterial, tornando-os mais suscetíveis ao declínio cognitivo. OBJETIVO: Investigar a relação entre hipertensão arterial e desempenho cognitivo em idosos não portadores de demências ou depressão. MÉTODO: A amostra foi constituída por idosos participantes de pesquisa populacional em andamento sobre envelhecimento no município de Amparo (SP). Seguindo critérios de inclusão e exclusão, foram selecionados 80 homens e mulheres (40 hipertensos e 40 normotensos) com idade igual ou superior a 60 anos, equivalentes quanto às variáveis sociodemográficas e de saúde. Para avaliar sintomas depressivos, foi utilizada a Geriatric Depression Scale (GDS). Os testes cognitivos utilizados foram a bateria neuropsicológica Consortium to Establish a Registry for Alzheimer's Disease (CERAD) e o Teste do Desenho do Relógio e Dígitos ordem direta e inversa. A análise estatística foi realizada por meio de análise de regressão logística com modelo univariado e multivariado e análise de conglomerados (cluster analysis). RESULTADOS: Não foram encontradas diferenças estatisticamente significativas para as variáveis cognitivas entre os dois grupos. A diferença para fluência verbal aproximou-se da significância estatística (p = 0,075). CONCLUSÕES: Os resultados encontrados podem ser explicados pela adesão desta população pertencente à estratégia de saúde da família ao tratamento medicamentoso. Estudos longitudinais serão necessários para investigar a relação entre a hipertensão arterial e o declínio cognitivo na pessoa idosa.

Keywords : Idosos; declínio cognitivo; hipertensão arterial.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese