SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número4A influência dos traços de personalidade nas habilidades de coping de indivíduos com transtorno de humor bipolar índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Archives of Clinical Psychiatry (São Paulo)

versão impressa ISSN 0101-6083

Resumo

GUL, Isil Gogcegoz et al. Avaliação da eficácia da eletroconvulsoterapia contínua para esquizofrenia resistente ao tratamento. Rev. psiquiatr. clín. [online]. 2014, vol.41, n.4, pp.90-94. ISSN 0101-6083.  https://doi.org/10.1590/0101-60830000000018.

Contexto

: A eletroconvulsoterapia (ECT) tem mostrado ser um tratamento seguro e eficaz para esquizofrenia. No entanto, o número de estudos que avaliam a utilização contínua de ECT em pacientes com esquizofrenia e a resposta parcial ao tratamento farmacológico é limitado.

Objetivo

: O objetivo deste estudo é avaliar a eficácia da ECT de continuação na prevenção de recaída em pacientes com esquizofrenia resistente ao tratamento.

Métodos

: Nesta análise retrospectiva, pacientes com esquizofrenia (n = 73) foram alocados em três grupos: pacientes que receberam apenas o tratamento AP (somente AP), pacientes que receberam um curso agudo de ECT durante a hospitalização (aECT+AP) e pacientes que receberam um curso agudo de ECT durante a hospitalização e ECT de continuação (a-cECT+AP). Esses três grupos foram comparados de acordo com a pontuação atribuída na Positive and Negative Syndrome Scale (PANSS) e na Brief Psychiatric Rating Scale (BPRS).

Resultados

: De acordo com a comparação dos grupos, somente em AP, aECT+AP e a+cECT+AP, em termos de PANSS e BPRS, após descarga no primeiro, terceiro e sexto mês, as pontuações na PANSS no terceiro e sexto mês no grupo a+cECT+AP foram estatística e significativamente menores do que nos outros dois grupos.

Conclusões

: Embora este estudo mostre limitações causadas pela análise retrospectiva de prontuários, os resultados sugerem que a continuação da ECT em combinação com antipsicóticos é mais eficaz do que somente os antipsicóticos, na prevenção da recaída em pacientes com diagnóstico de esquizofrenia que responderam ao curso agudo de ECT.

Palavras-chave : ECT de continuação; esquizofrenia resistente ao tratamento; PANSS; BPRS.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )