SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue106Bologna Process and higher education in a globalized world author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Educação & Sociedade

Print version ISSN 0101-7330

Abstract

MARTINS, Carlos Benedito. A reforma universitária de 1968 e a abertura para o ensino superior privado no Brasil. Educ. Soc. [online]. 2009, vol.30, n.106, pp. 15-35. ISSN 0101-7330.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-73302009000100002.

Este artigo tem como objetivo analisar o surgimento de um novo padrão de ensino superior que se instalou no Brasil a partir do final da década de 1950. O argumento defendido é que ele representou uma conseqüência da implantação da Reforma de 1968. Em função do modelo implantado, que procurou privilegiar uma estrutura seletiva, acadêmica e socialmente, o atendimento da crescente demanda por acesso ao ensino superior passou a ser feito pelo ensino privado, que se organizou por meio de empresas educacionais. O texto procura salientar as condições que tornaram possível a emergência dessas empresas. Conclui que a escalada da privatização não representou uma democratização do acesso ao ensino superior no país e da necessidade da retomada da expansão das universidades públicas, de modo especial das instituições federais.

Keywords : Ensino superior; Reforma universitária; Educação brasileira; Ensino público; Ensino privado empresarial.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese