SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.38 número138PRODUTIVISMO ACADÊMICO E SUAS REPERCUSSÕES NO DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES UNIVERSITÁRIOS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Educação & Sociedade

versão impressa ISSN 0101-7330versão On-line ISSN 1678-4626

Resumo

MARANHAO, Carolina Machado Saraiva de Albuquerque; SANTOS, Flávia Carolini Pereira dos  e  FERREIRA, Pamella Thais Magalhães. BANALIZAÇÃO DA FRAUDE ACADÊMICA: REFLEXÕES À LUZ DA TEORIA DA SEMICULTURA DE ADORNO. Educ. Soc. [online]. 2017, vol.38, n.138, pp.249-263.  Epub 31-Out-2016. ISSN 0101-7330.  http://dx.doi.org/10.1590/es0101-73302016158799.

A banalização da fraude no ambiente acadêmico impõe severos problemas à formação dos indivíduos. Este estudo fez uso da teoria crítica relacionada à educação. Adorno analisou o problema da semiformação na sociedade capitalista, em que a educação se tornou mais uma mercadoria a ser entregue a seus consumidores. O objetivo deste artigo foi propor a reflexão crítica sobre os reais sentidos da persistência da fraude nas universidades. Portanto, a fraude acadêmica destaca-se como uma evidência de que há algo errado com a educação fornecida pelas universidades. Somente uma mudança pedagógica pode transformar o caminho da educação inserida na sociedade capitalista. O resgate do potencial emancipatório da educação é fundamental para que a sociedade possa formar pessoas críticas e autônomas.

Palavras-chave : Fraude acadêmica; Semicultura; Adorno; Educação.

        · resumo em Inglês | Francês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )