SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue144Studies on school culture: form, traditions, community, climate, participation, powerJudiciary and public policy: the case of vacancies in nursery school in São Paulo author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Educação & Sociedade

Print version ISSN 0101-7330On-line version ISSN 1678-4626

Abstract

TAVARES, Manuel  and  GOMES, Sandra. FUNDAMENTOS EPISTEMOLÓGICOS DA MATRIZ INSTITUCIONAL DOS NOVOS MODELOS DE EDUCAÇÃO SUPERIOR NO BRASIL: UMA ABORDAGEM QUALITATIVA DOS DOCUMENTOS INSTITUCIONAIS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ABC. Educ. Soc. [online]. 2018, vol.39, n.144, pp.634-651.  Epub Dec 11, 2017. ISSN 0101-7330.  http://dx.doi.org/10.1590/es0101-73302017177569.

Nos países outrora chamados de terceiro mundo, hoje apelidados “países emergentes” e/ou “países periféricos e semiperiféricos”, surgem experiências inovadoras, de caráter contra-hegemónico, cujos projetos de educação superior se situam em uma perspectiva de equidade e justiça sociais incluindo os grupos sociais historicamente marginalizados e afastados do direito à educação superior. O texto que se apresenta pretende desvelar e reflectir sobre a estrutura institucional que sustenta um novo modelo de educação superior no Brasil, particularmente na Universidade Federal do ABC (UFABC). Os processos de democratização dos países, acompanhados de políticas direcionadas para o investimento em novas instituições de educação superior (IES), permitiram uma diversidade considerável no que diz respeito aos novos públicos estudantis. As universidades, tradicionalmente reservadas às elites, abriram-se a novos estudantes, de diferentes dimensões de gênero, etnia, classe social e gerações. Essa abertura criou desafios e expectativas quanto à democratização da educação superior, à inclusão da diversidade cultural e epistemológica, à promoção da interculturalidade e à descolonização das relações de poder e de conhecimento. Algumas políticas de experimentação institucional merecem referência particular. No Brasil, a acção dos governos pós-neoliberais de Lula e Dilma também se centrou na criação de universidades populares, apresentando perfis diferenciados e respondendo a objetivos específicos de ação política. A primeira delas foi a UFABC, cuja matriz institucional constitui objeto do nosso estudo. Centrar-nos-emos em uma pesquisa documental de caráter qualitativo utilizando a análise de discurso na perspectiva de N. Fairclough com o objetivo de inferir as linhas estruturantes do novo modelo de educação superior com foco específico nos fundamentos conceituais, no modelo pedagógico e nos princípios reguladores da prática pedagógica. Sendo um novo modelo de educação superior que promove a interdisciplinaridade e a inclusão da diversidade social, cultural e epistemológica tendo em vista a promoção da justiça cognitiva, pretendemos saber quais os fundamentos epistemológicos que sustentam a matriz institucional da UFABC e que regulam toda a actividade académica da instituição e suas relações com a sociedade. Uma das conclusões do estudo aponta para algumas contradições entre os discursos e as práticas.

Keywords : Fundamentos conceituais; Modelo pedagógico; Educação superior; Educação superior contra-hegemónica.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )