SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 issue2Posttraumatic stress disorder in a primary health care servicePharmacological treatment of borderline personality disorder: critical review of the literature and development of algorithms author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

Print version ISSN 0101-8108

Abstract

BERGER, William; MENDLOWICZ, Mauro Vitor; SOUZA, Wanderson F.  and  FIGUEIRA, Ivan. Equivalência semântica da versão em português da Post-Traumatic Stress Disorder Checklist - Civilian Version (PCL-C) para rastreamento do transtorno de estresse pós-traumático. Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul [online]. 2004, vol.26, n.2, pp.167-175. ISSN 0101-8108.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082004000200006.

INTRODUÇÃO: O transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) é bastante prevalente, atingindo de 2 a 5% da população em alguns países. Seus portadores apresentam pior qualidade de vida, maior número de detenções e problemas legais, e utilizam os serviços de saúde com maior freqüência quando comparados a indivíduos não acometidos. Apesar do crescimento da violência urbana no Brasil, ainda não dispomos de nenhum instrumento adaptado para nossa língua que seja capaz de rastrear o TEPT. Este artigo pretende traduzir, adaptar e avaliar a aplicabilidade da versão em português da Post-Traumatic Stress Disorder Checklist - Civilian Version (PCL-C), uma escala auto-aplicável amplamente utilizada em todo o mundo para rastreamento do transtorno do estresse pós-traumático. MÉTODOS: A comprovação da equivalência semântica da versão em português da PCL-C foi feita através de quatro etapas: tradução; retradução; apreciação formal de equivalência e adaptação; e interlocução com a população-alvo. RESULTADOS: Foi criada uma versão em português da PCL-C que manteve o significado semântico da versão original e mostrou-se de fácil compreensão e aplicabilidade. DISCUSSÃO: A PCL-C foi escolhida para este estudo por ser um instrumento amplamente utilizado em países de língua inglesa e por possuir outras utilidades além do rastreamento do TEPT. A interlocução com a população-alvo, feita com um número relativamente pequeno de indivíduos (n = 21), mostrou que alguns participantes entenderam o termo "estresse" como uma rotina de vida cansativa. CONCLUSÃO: Uma vez obtida a equivalência semântica da versão em português da PCL-C, estudos posteriores deverão determinar suas características psicométricas para a população brasileira.

Keywords : Transtorno do estresse pós-traumático; TEPT; PCL-C; instrumento de rastreamento; equivalência semântica.

        · abstract in English | Spanish     · text in English | Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License