SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue1Trait anxiety in Brazilian university students from AracajuBody image dissatisfaction: comparative evaluation of the association with nutritional status in university students author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

Print version ISSN 0101-8108

Abstract

CASTRO, Maria da Graça Tanori de; OLIVEIRA, Margareth da Silva; ARAUJO, Renata Brasil  and  PEDROSO, Rosemeri Siqueira. Relação entre gênero e sintomas depressivos e ansiosos em tabagistas. Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul [online]. 2008, vol.30, n.1, pp. 25-30. ISSN 0101-8108.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082008000100008.

INTRODUÇÃO: O tabagismo apresenta, freqüentemente, comorbidade com ansiedade e depressão, patologias que são mais freqüentes entre as mulheres. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi avaliar a associação entre o grau de dependência de nicotina e os sintomas de ansiedade e depressão em homens e mulheres tabagistas. MÉTODO: Foi realizado um estudo transversal, com uma amostra por conveniência de 475 tabagistas da população geral. Os instrumentos utilizados foram: o Questionário de Tolerância de Fagerström, o Inventário de Depressão de Beck, o Inventário de Ansiedade de Beck e uma Ficha com dados sociodemográficos. RESULTADOS: Nas mulheres, os sintomas de ansiedade (F = 9,691; p < 0,01) e depressão (F = 16,23; p < 0,01) apresentaram associação com a gravidade da dependência da nicotina. Entre os homens, apenas os sintomas de ansiedade (F = 7,219; p = 0,001) estiveram associados com o grau de dependência de nicotina. CONCLUSÃO: As tabagistas mais graves têm mais sintomas de ansiedade e depressão, enquanto os tabagistas mais graves apresentam mais ansiedade. Estes achados apontam para a importância de avaliar esses tipos de sintomas ao serem tratados tabagistas no Brasil.

Keywords : Tabagismo; ansiedade; depressão.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in Portuguese