SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.31 issue2Parent-infant psychotherapy in the context of malformation: implications on the mother's perception about the baby's developmentA qualitative analysis on what Brazilian psychiatrists expect from current diagnostic classifications author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

Print version ISSN 0101-8108

Abstract

CARVALHO, Valéria Conceição Passos de et al. Repercussões do transtorno disfórico pré-menstrual entre universitárias. Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul [online]. 2009, vol.31, n.2, pp. 105-111. ISSN 0101-8108.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082009000200004.

INTRODUÇÃO: O transtorno disfórico pré-menstrual (TDPM) é uma variante mais grave da síndrome pré-menstrual que apresenta a oscilação do humor como fator mais perturbador e debilitante, repercutindo na qualidade de vida das mulheres em idade reprodutiva. O objetivo deste estudo foi identificar as principais repercussões físicas e emocionais causadas pela TDPM entre universitárias de Fisioterapia. MÉTODO: Estudo do tipo corte transversal, descritivo e analítico, realizado no período de agosto a dezembro de 2008 em 259 universitárias. Os instrumentos utilizados para a realização desta pesquisa foram: um questionário contendo questões socioeconômicas, o Questionário de Sintomas Menstruais (Menstrual Symptom Questionnaire, MSQ), a escala de autoavaliação de síndrome de transtorno pré-menstrual de Steiner e o Questionário de Autoavaliação da Escala de Hamilton para Depressão. A análise estatística foi descritiva e analítica, sendo utilizado o teste qui-quadrado ou o teste exato de Fisher, sendo que todas as conclusões foram tomadas ao nível de significância de 5%. RESULTADOS: Encontramos alta prevalência de repercussões somáticas e emocionais. Através dos sinais e sintomas pesquisados pelo MSQ entre as portadoras de TDPM, observou-se uma associação do transtorno com os sintomas depressivos (p = 0,048). Os demais sintomas como ansiedade, labilidade de humor, sintomas somáticos, habilidade para realizar tarefas e dor não apresentaram correlação. CONCLUSÃO: O TDPM provocou desconforto físico e emocional e revelou uma correlação significativa com os sintomas depressivos, sugerindo tratar-se de uma expressão clínica de transtorno de humor.

Keywords : Transtorno disfórico pré-menstrua; ciclo menstrual; saúde da mulher.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in Portuguese