SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número3Association between maternal depression and gender differences in child behavior: a systematic reviewBereavement for a child: a cognitive-behavioral treatment protocol índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

versión impresa ISSN 0101-8108

Resumen

GOMES, Juliana Braga et al. Tradução e adaptação para o português do Brasil da Escala de Acomodação Familiar - Pontuado pelo Entrevistador (FAS-IR). Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul [online]. 2010, vol.32, n.3, pp. 102-112. ISSN 0101-8108.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082010000300007.

OBJETIVO: Descrever o processo de tradução e adaptação para o português do Brasil da Family Accommodation Scale for Obsessive-Compulsive Disorder - Interviewer-Rated (FAS-IR). MÉTODO: O processo de tradução e adaptação da escala envolveu quatro profissionais de saúde bilíngues. A escala foi inicialmente traduzida de forma independente para o português do Brasil por dois profissionais. A seguir, as duas versões foram comparadas, resultando em uma versão inicial em português que foi aplicada a 15 familiares de pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), com diferentes níveis de instrução, deliberadamente escolhidos para coletar as sugestões de ajuste linguístico. Subsequentemente, a escala foi retrotraduzida independentemente por outros dois profissionais da saúde. Depois de comparar as duas retrotraduções, uma nova versão da escala foi gerada em inglês. Essa versão foi revisada e aprovada pelos autores da escala original. RESULTADOS: A versão em português do Brasil da escala FAS-IR mostrou ser facilmente compreendida e pode ser usada em familiares de pacientes com TOC de diferentes níveis socioeconômicos. CONCLUSÃO: A FAS-IR adaptada ao português do Brasil fará com que profissionais de saúde possam avaliar o nível de acomodação em familiares de pacientes com TOC e permitirá a realização de futuros estudos com os objetivos de 1) estudar a influência da acomodação familiar na manutenção e, possivelmente, na facilitação dos sintomas do TOC e 2) examinar o efeito da acomodação familiar sobre os resultados do tratamento em populações de países de língua portuguesa.

Palabras llave : Transtorno obsessivo-compulsivo; relações familiares; questionários; tradução.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés