SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número3Association between maternal depression and gender differences in child behavior: a systematic reviewBereavement for a child: a cognitive-behavioral treatment protocol índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

versión impresa ISSN 0101-8108

Resumen

GOMES, Juliana Braga et al. Tradução e adaptação para o português do Brasil da Escala de Acomodação Familiar - Pontuado pelo Entrevistador (FAS-IR). Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul [online]. 2010, vol.32, n.3, pp. 102-112. ISSN 0101-8108.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082010000300007.

OBJETIVO: Descrever o processo de tradução e adaptação para o português do Brasil da Family Accommodation Scale for Obsessive-Compulsive Disorder - Interviewer-Rated (FAS-IR). MÉTODO: O processo de tradução e adaptação da escala envolveu quatro profissionais de saúde bilíngues. A escala foi inicialmente traduzida de forma independente para o português do Brasil por dois profissionais. A seguir, as duas versões foram comparadas, resultando em uma versão inicial em português que foi aplicada a 15 familiares de pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo (TOC), com diferentes níveis de instrução, deliberadamente escolhidos para coletar as sugestões de ajuste linguístico. Subsequentemente, a escala foi retrotraduzida independentemente por outros dois profissionais da saúde. Depois de comparar as duas retrotraduções, uma nova versão da escala foi gerada em inglês. Essa versão foi revisada e aprovada pelos autores da escala original. RESULTADOS: A versão em português do Brasil da escala FAS-IR mostrou ser facilmente compreendida e pode ser usada em familiares de pacientes com TOC de diferentes níveis socioeconômicos. CONCLUSÃO: A FAS-IR adaptada ao português do Brasil fará com que profissionais de saúde possam avaliar o nível de acomodação em familiares de pacientes com TOC e permitirá a realização de futuros estudos com os objetivos de 1) estudar a influência da acomodação familiar na manutenção e, possivelmente, na facilitação dos sintomas do TOC e 2) examinar o efeito da acomodação familiar sobre os resultados do tratamento em populações de países de língua portuguesa.

Palabras clave : Transtorno obsessivo-compulsivo; relações familiares; questionários; tradução.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés