SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número2Sintomas depressivos e de ansiedade em mães durante internação pediátrica em um hospital universitárioAtividades físicas de lazer e transtornos mentais comuns em jovens de Feira de Santana, Bahia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

versão impressa ISSN 0101-8108

Resumo

PEREIRA, Valeska Martinho; SILVA, Adriana Cardoso de O. e; NARDI, Antonio Egidio  e  HEINEMANN, Lothar A. J.. Tradução e adaptação transcultural para o português brasileiro da Scale for Quality of Sexual Function (QSF). Rev. psiquiatr. Rio Gd. Sul [online]. 2011, vol.33, n.2, pp. 87-97. ISSN 0101-8108.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81082011000200005.

INTRODUÇÃO: Apesar do papel fundamental da função sexual na qualidade de vida da população, há uma escassez na literatura brasileira de instrumentos específicos para sua avaliação e que possam ser utilizados tanto para homens quanto para mulheres. A adaptação da Scale for Quality of Sexual Function (QSF), uma escala unissex, é um passo importante na obtenção de instrumentos que permitam a comparação de resultados entre diferentes populações. OBJETIVO: Descrever o processo de tradução e adaptação semântica da QSF para o português brasileiro. MÉTODOS: A adaptação do instrumento envolveu cinco fases: 1) duas traduções independentes, 2) uma versão de consenso realizada por tradutores e especialistas, 3) avaliação da versão gerada por mais um especialista que não participou das etapas anteriores, 4) retrotradução com avaliação do autor da escala original e, por fim, 5) aplicação da versão obtida em um grupo experimental. RESULTADOS: São descritas todas as etapas de adaptação do instrumento. A participação de especialistas tanto da área de saúde mental quanto de sexualidade humana, desde a primeira fase do processo, contribuiu para discussões amplas, que permitiram a melhor adequação dos itens, tanto conceitual quanto culturalmente. Participaram da aplicação experimental sujeitos de diferentes níveis de escolaridade de ambos os sexos, não sendo detectadas dificuldades na compreensão dos itens. CONCLUSÃO: Por meio dos procedimentos adotados, foi possível elaborar uma versão da QSF em português brasileiro.

Palavras-chave : Escalas; psicometria; disfunção sexual fisiológica; disfunções sexuais psicogênicas; sexualidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português