SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número2Coenosia wulpi (Pont) (Diptera, Muscidae, Coenosiinae): redescrição do macho, descrição da fêmea e das termináliasSobre a taxonomia de algumas espécies neotropicais de aranhas papa-moscas descritas por Caporiacco (Araneae, Salticidae) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Revista Brasileira de Zoologia

versão impressa ISSN 0101-8175

Resumo

DONATELLI, Reginaldo J.; FERREIRA, Carolina D.; DALBETO, Andreli C.  e  POSSO, Sérgio R.. Análise comparativa da assembléia de aves em dois remanescentes florestais no interior do Estado de São Paulo, Brasil. Rev. Bras. Zool. [online]. 2007, vol.24, n.2, pp. 362-375. ISSN 0101-8175.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-81752007000200015.

Realizou-se o levantamento quantitativo e qualitativo da comunidade de aves de dois fragmentos de floresta estacional semidecídua no interior do estado de São Paulo de julho de 2004 a julho de 2005. Para o estudo quantitativo utilizou-se da metodologia de Pontos de Escuta. Foram analisados os índices de diversidade e de freqüência de ocorrência dessa comunidade. O levantamento qualitativo registrou 181 espécies na Fazenda Rio das Pedras - FRP (Itapetininga, 350 ha) e 126 espécies na Fazenda Santa Maria II - FSM (Buri, 480 ha), enquanto que o levantamento quantitativo registrou a presença de 73 espécies em 988 contatos e 64 espécies em 1019 contatos para FRP e FSM, respectivamente. O índice pontual de abundância (IPA) variou de 0,01 (1 contato) a 1,32 (132 contatos), para FRP e na FSM variou entre 0,01 (1 contato) a 0,97 (97 contatos). A diversidade do fragmento da FRP foi de H’ = 3,04 e na FSM de H’ = 2,85 onde a eqüitatividade em ambas áreas foi de 0,91. A comunidade de aves nos fragmentos estudados mostrou o mesmo padrão encontrado em outros fragmentos de floresta estacional semidecídua de tamanhos relativos. As categorias alimentares mais representativas nos dois remanescentes foram insetívoras (53% na FSM e 50% na FRP) e frugívoras (23% na FSM e 26% na FRP). Dentre os insetívoros, destacaram-se as famílias Tyrannidae na FSM e Thamnophilidae na FRP. Tanto na FSM como na FRP os insetívoros de sub-bosque foram mais representativos (53% e 51,4% respectivamente), seguidos pelos frugívoros de sub-bosque (50%) na FSM e frugívoros de copa (52,6%) na FRP. A importância do estudo de comunidade de aves esta ligada à elaboração do plano de manejo e conservação das áreas naturais.

Palavras-chave : Avifauna; comunidade; fragmentos; categorias alimentares.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português