SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue2Information and politics in the beginning of the São Paulo press: the "Farol Paulistano" (Paulistano Lighthouse) (1827-1831)Religião e controle social no mundo romano: a proibição das Bacanais em 186 a.C. Conferência do I Colóquio Internacional e III Colóquio Nacional do LEIR (Laboratório de estudos sobre o Império Romano) da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP), Campus Franca. Setembro de 2010 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

História (São Paulo)

On-line version ISSN 1980-4369

Abstract

PORTELA, Bruna Marina. Caminhos do cativeiro: a experiência de escravos e libertos em Castro (1800-1830). História [online]. 2010, vol.29, n.2, pp. 320-340. ISSN 1980-4369.  http://dx.doi.org/10.1590/S0101-90742010000200018.

Este artigo analisa a configuração de uma comunidade escrava em Castro, São Paulo, durante as três primeiras décadas do século XIX. Busca compreender o que significou para esses cativos viver em uma vila voltada quase que exclusivamente para a criação e o comércio de animais. Para isso, foi utilizado como principal corpo documental inventários post-mortem de proprietários de escravos e, além deles, Listas Nominativas de Habitantes e outros documentos oriundos do poder judiciário. Através desta documentação, foi possível seguir a trajetória de alguns escravos e examinar aspectos da constituição de suas famílias e de seus vínculos com a vida agro-pastoril. Suas experiências semelhantes, fosse conduzindo tropas, cuidando do gado ou buscando uma vida melhor fora da vila de Castro, após receberem sua liberdade, fizeram com que configurassem uma comunidade escrava com ideais, interesses e visões de mundo particulares.

Keywords : Escravidão; Liberdade; Comércio de animais; Mobilidade espacial.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese