SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue2The Portuguese "New State" and the reform of the colonial State in Angola: the political behavior of the white elites (1961-1962)Portrait of female migrants: socioeconomic profile and the trajectories of Madeiran immigrants in the state of São Paulo, 1886-1899 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


História (São Paulo)

On-line version ISSN 1980-4369

Abstract

NUNES, Teresa. A construção do Estado republicano e a "crise de trabalho" na Assembleia Nacional Constituinte (1911). História [online]. 2014, vol.33, n.2, pp.273-287. ISSN 1980-4369.  http://dx.doi.org/10.1590/1980-436920140002000013.

A denominada "crise de trabalho", resultante do conjunto complexo de transformações económicas e comerciais em curso nos finais do séc. XIX, constituiu um aspecto estruturante da realidade portuguesa desde os anos 80. Esta circunstância, uma determinante na conjuntura nacional, influenciou largamente a propaganda do Partido Republicano Português. Uma vez implantado o regime republicano, a construção do novo estado, discutido no contexto da Assembleia Nacional Constituinte, confrontava-se com as características de uma realidade social complexa, tanto no espaço urbano como rural, dominada pela "crise de trabalho", pelas reivindicações laborais acompanhadas pelo surto grevista, cujas consequências políticas e económicas conflituavam com a imagem de tranquilidade interna desejada no contexto, difícil, do reconhecimento externo do novo regime.

Keywords : Estado; República Portuguesa; trabalho.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )