SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.27 número54Modernização e concentração do transporte urbano em Salvador (1849-1930)A roda, a prensa, o forno, o tacho: cultura material e farinha de mandioca no litoral do Paraná índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista Brasileira de História

versão impressa ISSN 0102-0188versão On-line ISSN 1806-9347

Resumo

OLIVER, Graciela de Souza. Debates científicos e a produção do vinho paulista, 1890-1930. Rev. Bras. Hist. [online]. 2007, vol.27, n.54, pp.239-260. ISSN 1806-9347.  https://doi.org/10.1590/S0102-01882007000200013.

Este artigo apresenta o contexto histórico do surgimento da vitivinicultura paulista e a maneira como as publicações científicas caracterizaram essa produção. Por meio da leitura dos Boletins do Instituto Agronômico de Campinas, do Boletim da Agricultura, dos livretos de Pereira Barreto (1840-1923) e das revistas Chácaras e Quintaes, O Campo e Revista Agrícola identifico os fatores que motivaram o desenvolvimento dessa cultura. Na criação dos conceitos de vinhos artesanais, vinhos falsificados e vinhos regulados nota-se a influência tanto das teorias científicas modernas como de ideais do pensamento social da época. Mesmo não sendo possível mostrar o impacto econômico dessas publicações, nota-se a criação de um debate científico, com seus tópicos e demandas. A manutenção dessa cultura científica serviu também de motivação para o desenvolvimento de outras pesquisas num momento seguinte.

Palavras-chave : história da divulgação científica; instituições científicas; história da vitivinicultura paulista.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons