SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.39 issue81People, Manatees and the Aquatic Environment in Early Modern Americas: Confluence and Divergence in the Historical Relationships Between Humans and AnimalsRailways and Economic Development in India and Portugal: The Mormugão and Tua Lines Compared, ca. 1880 to ca. 1930, and Briefly Onwards author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista Brasileira de História

Print version ISSN 0102-0188On-line version ISSN 1806-9347

Abstract

SAEZ, Hernán Enrique Lara. O suplício de Tântalo: moeda, economia e sociedade brasileira entre 1845 e 1866. Rev. Bras. Hist. [online]. 2019, vol.39, n.81, pp.186-207.  Epub July 15, 2019. ISSN 0102-0188.  https://doi.org/10.1590/1806-93472019v39n81-09.

Tal como na lenda mitológica sobre o suplício de Tântalo, é possível perceber nos debates parlamentares brasileiros, entre 1845 e 1866, a ansiedade e a frustração geradas pela formulação de planos econômicos e por projetos de estabilidade. As discussões sobre os projetos reformistas são importantes registros de como a elite política brasileira tratou de fa­zer frente a um cenário internacional instável em razão da quebra da Overend & Gurnay e do prenúncio da guerra Austro-Prussiana, somados à crise brasileira de 1864 e à Guerra do Paraguai. Os parlamentares debateram as medidas necessárias para reforçar a economia nacional impedindo a queda no valor da moeda e considerando as nossas peculiaridades. Buscavam, na medida do possível, manter a economia brasileira atuante e o sistema bancário funcional, a despeito das flutuações de uma economia mercantil escravista.

Keywords : política econômica; debates parlamentares; Crise de 1864; Segundo Reinado.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )