SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Avaliação do crescimento de plantas de morangueiro, durante a aclimatização ex vitroDivergência genética em germoplasma de abóbora procedente de diferentes áreas do Nordeste índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536

Resumo

TORRES, Antonio Carlos et al. Cultura de ápices caulinares e termoterapia na recuperação de plantas livres de vírus de alho. Hortic. Bras. [online]. 2000, vol.18, n.3, pp.192-195. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362000000300010.

A cultura de ápices caulinares de alho, associada à termoterapia a seco (exposição dos bulbilhos a temperatura de 37°C, por um período de 35 dias) foi essencial para recuperação de plantas livres de vírus das cultivar de alho Amarante. Nestas condições, 70% dos explantes inoculados se desenvolveram in vitro e produziram plantas, das quais 77% não apresentaram partículas virais quando indexadas por ISEM. Isto resulta em um índice de aproveitamento de 54% dos bulbilhos submetidos à termoterapia. O aumento da temperatura na termoterapia para 40°C reduziu a regeneração in vitro para 20%, e 90% dessas plantas estavam livres de vírus, com um índice final de aproveitamento de 18%.

Palavras-chave : Allium sativum L.; regeneração; tratamento térmico.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons