SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Efeitos de fertilizantes orgânicos na nutrição e produção do pimentãoFrutificação e crescimento de frutos em abóbora híbrida 'Tetsukabuto' tratada com alfa-naftalenoacetato de sódio índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536

Resumo

OTTO, Rosana Fernandes; GIMENEZ, Carmen  e  CASTILLA, Nicolás. Modificações microclimáticas sob proteção de polipropileno cultivado com espécies hortícolas em Córdoba, Espanha. Hortic. Bras. [online]. 2000, vol.18, n.3, pp.204-211. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362000000300013.

A cobertura de plantas com o material "não tecido" de polipropileno constitui uma das técnicas mais recentes utilizada para proteção de cultivos hortícolas. Dentro deste tema, foram conduzidos quatro experimentos na área experimental do "Centro de Investigación y Desarrollo Agrario", em Córdoba, Espanha. Avaliou-se a amplitude das modificações das temperaturas do ar e do solo, da radiação fotossinteticamente ativa e o conseqüente efeito sobre a produção de couve-chinesa, beterraba, espinafre e alface cultivados sob proteção do "não tecido" de polipropileno (PP) e em ambiente natural (AN), durante a primavera, outono e inverno de 1995/1996. Utilizou-se delineamento experimental de blocos ao acaso com quatro repetições. As temperaturas do ar e do solo sob PP foram maiores que em AN na fase inicial de crescimento das espécies estudadas, com diferenças de até 5,5 e 2,2oC para temperaturas do ar e do solo, respectivamente. Entretanto, com o crescimento das culturas, os valores de temperatura do tratamento PP tenderam a se igualar ao tratamento AN, tanto para temperatura do ar como do solo. Para couve chinesa e espinafre, a temperatura do ar sob PP foi até 3,1oC menor que a observada em condições naturais depois da metade e final do ciclo, respectivamente. Para couve-chinesa, beterraba e espinafre cultivados sob PP, as modificações do microclima favoreceram a maior precocidade e produção quando comparadas às plantas cultivadas em AN. Entretanto, para a cultura da alface o aumento das temperaturas do ar e solo sob PP em relação a AN não resultou em aumento da produção final. Neste caso, os baixos níveis de radiação incidente sob o "não tecido" e o prolongado período de precipitação ocorrido durante os meses de inverno interferiram negativamente sobre o crescimento da espécie, sendo recomendado a retirada da proteção de plantas nesta condição climática.

Palavras-chave : Brassica pekinensis; Beta vulgaris; Lactuca sativa; Spinacia oleracea; couve-chinesa; beterraba; alface; espinafre; temperatura do solo; temperatura do ar; radiação; "não tecido"; proteção de plantas; área foliar; biomassa vegetal.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons