SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3Produção de sementes de feijão-vagem em função de fontes e doses de matéria orgânicaDesempenho de cultivares de alface no Estado do Acre índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536

Resumo

LEONEL, Liliane A.K.; ZARATE, Néstor A. Heredia; VIEIRA, Maria do Carmo  e  MARCHETTI, Marlene E.. Produtividade de sete genótipos de melancia em Dourados. Hortic. Bras. [online]. 2000, vol.18, n.3, pp.222-224. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362000000300016.

O experimento foi desenvolvido na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, em Dourados (MS), no período de julho de 1995 a fevereiro de 1996, em um Latossolo Roxo distrófico corrigido, textura argilosa. O município de Dourados situa-se em latitude de 22º 13' 16" S, longitude 54º 17' 01" W e altitude de 430 m. O clima da região é Mesotérmico Úmido; as temperaturas médias anuais variam de 20 a 24ºC e as precipitações médias anuais de 1.250 mm a 1.500 mm. Em Mato Grosso do Sul, cerca de 90% da área cultivada com melancia é basicamente com a 'Crimson Sweet'. Assim o objetivo do trabalho foi avaliar a produtividade e a qualidade dos genótipos de melancia Crimson Glory, Jetstream, Madera, Rubi, Starbrite, Verona e Crimson Sweet. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com quatro repetições. As parcelas foram constituídas de uma linha de plantas, com cinco covas, espaçadas entre si de 2,0 m. Na colheita, determinaram-se, em função de peso e número de frutos, as produções total, comercializável e não-comercializável; além dos teores de sólidos solúveis totais (ºBrix) de todas as classes de frutos. As produções totais dos híbridos Rubi e Jetstream foram superiores e significativamente diferentes apenas em relação às do híbrido Crimson Glory. O híbrido Rubi produziu 87% de frutos comercializáveis (a maior produção) e superou em 429% a produção do Crimson Glory (a menor produção). Em geral, os híbridos apresentaram maior produção comercializável que a cultivar Crimson Sweet. O híbrido Rubi produziu 77% mais frutos comercializáveis e induziu lucro 214% superior ao da cultivar Crimson Sweet. Os teores de sólidos solúveis totais dos frutos foram dependentes dos genótipos e das classes de frutos. Os híbridos Verona e Starbrite apresentaram polpa mais doce.

Palavras-chave : Citrullus lanatus; híbridos; cultivar; produção; sólidos solúveis; custos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons