SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1Consorciação milho e feijão caupí para produção de espigas verdes e grãos verdesDistribuição radicular de cultivares de aspargo em áreas irrigadas de Petrolina - PE índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

COSTA, Cândido A. et al. Teor de metais pesados e produção de alface adubada com composto de lixo urbano. Hortic. Bras. [online]. 2001, vol.19, n.1, pp.10-16. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362001000100003.

Avaliou-se o emprego do composto de lixo urbano em três cultivos sucessivos da alface. O experimento foi realizado em campo, em Viçosa no período de outubro/95 a junho/96 num Latossolo Vermelho-Amarelo. Os tratamentos consistiram de quatro doses de composto de lixo (0, 10, 20 e 30 t ha-1) e três cultivares de alface ('Regina', 'Vitória' Verde Clara' e 'Brasil - 303'), arranjadas no esquema fatorial 4 x 3, no delineamento em blocos casualizados, com quatro repetições, totalizando 48 parcelas. Cada parcela experimental foi constituída por quatro fileiras de cinco plantas, no espaçamento 25 x 30 cm, sendo as três linhas centrais consideradas como parcela. O composto foi adicionado apenas no primeiro cultivo. Determinou-se o peso da matéria fresca e da matéria seca da parte aérea das plantas e o teor de Zn, Cu, Pb, Cd, Ni e Cr na matéria seca do tecido vegetal, após a colheita no primeiro, segundo e terceiro cultivos, correspondente a 46, 142 e 222 dias da aplicação do composto, respectivamente. Houve aumento significativo da produção em resposta às doses do composto, principalmente no primeiro cultivo, em que as cultivares 'Regina', 'Vitória Verde Clara' e 'Brasil-303' produziram, respectivamente, 333,82; 337,81 e 303,60 g.planta-1(peso fresco). No segundo cultivo, o efeito diminuiu. Já no terceiro cultivo, não houve efeito do composto sobre a produção. O teor de metais pesados na planta foi aumentado, principalmente no primeiro cultivo, seguindo a seguinte ordem decrescente: Pb>Cd>Cu>Zn. No segundo cultivo, o efeito foi menor e no terceiro cultivo não houve efeito do composto, o que foi atribuído ao esgotamento do seu efeito. Nenhum dos elementos atingiu níveis considerados fitotóxicos.

Palavras-chave : Lactuca sativa L.; adubação orgânica; fitotoxicidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons