SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número4Qualidade de melão minimamente processado armazenado em atmosfera modificada passivaUm novo método para estimar o índice de área foliar de plantas de pepino e tomate índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

PASTORINI, Lindamir H. et al. Produção e teor de carboidratos não estruturais em tubérculos de batata obtidos em duas épocas de plantio. Hortic. Bras. [online]. 2003, vol.21, n.4, pp.660-665. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362003000400018.

Tubérculos de batata cv. Atlantic e Pérola, obtidos do cultivo de outono (53; 68 e 100 dias após o plantio - DAP) e primavera (70; 78 e 99 DAP) foram levados ao laboratório e classificados quanto ao diâmetro (<30 mm, 30-50 mm e >50mm), contados e determinada individualmente a massa fresca. Em seguida, coletaram-se amostras para análise dos teores de amido, carboidratos solúveis totais, açúcares redutores e sacarose. Durante o cultivo de outono, a cultivar Atlantic apresentou maior massa fresca dos tubérculos ao final do ciclo e a cv. Pérola apresentou maior número de tubérculos em todas as colheitas. No cultivo da primavera a cv. Pérola apresentou maior massa fresca média dos tubérculos, sendo que em ambas cultivares, observou-se redução da produtividade ao final do ciclo, talvez em resposta ao estresse hídrico verificado no período. Considerando o fator cultivar, observa-se que o teor de amido foi significativamente maior nos tubérculos da cv. Pérola aos 53 e 100 DAP do cultivo de outono, enquanto a cv. Atlantic apresentou valores significativamente maiores de carboidratos solúveis totais aos 53 DAP. Houve redução nos teores de açúcares redutores, em ambas cultivares, ao final do cultivo de outono, o que também foi verificado para os teores de sacarose. Os teores de amido e carboidratos solúveis totais reduziram, em ambas cultivares ao longo do ciclo de primavera, sendo que não houve diferença entre as cultivares em relação aos teores de açúcares redutores e sacarose ao final do cultivo de primavera.

Palavras-chave : Solanum tuberosum; amido; açúcares redutores; sacarose.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons