SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número4Recomendações para o manejo da irrigação da pupunha para a produção de palmito no Vale do São FranciscoProdução e qualidade do melão em diferentes densidades de plantio índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

RESENDE, Geraldo M. de; CHAGAS, Silvio Júlio de R.  e  PEREIRA, Lair Victor. Características produtivas e qualitativas de cultivares de alho. Hortic. Bras. [online]. 2003, vol.21, n.4, pp.686-689. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362003000400023.

Cultivares de alho foram avaliadas quanto à produtividade e características industriais em ensaio na EPAMIG, de maio a outubro/95. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso com quatro repetições e sete tratamentos, constituídos das cultivares Dourado de Castro, Chinesão, Gigante de Curitibanos, Gigante de Lavínia, Amarante, Cará e Gigante Roxo com parcelas de 3,68 m2 de área útil. A produtividade de bulbos comerciais variou de 7,37 a 14,72 t/ha, destacando-se as cultivares Gigante Curitibanos (14,72 t/ha) e Dourado de Castro (14,29 t/ha) que não mostraram diferenças significativas entre si, seguidas das demais cultivares com produtividades superiores a 7,00 t/ha. Observaram-se variações de 18,00 (Amarante) a 59,25 g/bulbo (Gigante Roxo) e 8,20 (Chinesão) a 33,78 bulbilhos/bulbo (Dourado de Castro). Não se observaram diferenças significativas entre as diversas cultivares avaliadas para sólidos totais e solúveis, com valores superiores a 36,95 e 36,00%, tendo todas apresentado boas características para a industrialização.

Palavras-chave : Allium sativum; adaptação; produtividade; peso médio de bulbo; classificação de bulbos; sólidos totais; sólidos solúveis.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons