SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Nutritional quality of carrot and lettuce grown in Mossoró-RN, Brazil, as affected by plant densitiesPlot size variation to quantify yield of potato clones author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536On-line version ISSN 1806-9991

Abstract

MAGALHAES, Ana Maria de  and  FERREIRA, Marcos David. Qualidade dos frutos de tomate de mesa quando submetidos a impacto por ocasião do beneficiamento. Hortic. Bras. [online]. 2006, vol.24, n.4, pp.481-484. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362006000400017.

A tomaticultura de mesa vem se modernizando nos últimos anos, com a implantação de unidades de beneficiamento e classificação que limpam, selecionam e classificam os produtos. Apesar destas mudanças, as perdas pós-colheitas ainda são altas, principalmente pela incidência de danos físicos, que ocorrem em pontos de transferência nos equipamentos e durante o processo de embalagem. Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade dos frutos de tomate de mesa, cv "Débora", quando submetidos à queda após a etapa de limpeza em protótipo desenvolvido em laboratório para simular este sistema, relacionando alterações na qualidade com a magnitude de impacto encontrada (G, m/s2). Para tanto tomates foram beneficiados em rotações de 100 rpm e submetidos à queda em três diferentes alturas (10, 20 e 30 cm) e três diferentes superfícies receptoras (espuma, caixa plástica e metálica). A magnitude dos impactos (G, m/s2) foi mensurada através da utilização da esfera instrumentada de 70 mm (Techmark, Inc., Lansing, EUA). A qualidade dos frutos após serem submetidos ao impacto foi avaliada por meio da perda de massa (%), injúria interna e de análises químicas. Os resultados obtidos com a esfera instrumentada mostraram que a superfície de espuma reduziu a aceleração máxima (G, m/s2) em aproximadamente 70%, para as alturas de queda de 10 e 20 cm e de 47% para a queda de 30 cm, quando comparada à superfície metálica. Nos ensaios com os tomates, observou-se que frutos submetidos à queda de 30 cm em superfície metálica apresentaram um aumento de 31% nos danos internos quando comparados aos frutos submetidos à queda desta mesma altura em superfície de espuma. A perda de massa foi maior (3,46%) nos frutos submetidos à queda de 30 cm na superfície caixa plástica. Para as análises químicas não foi observada diferença estatística entre as três superfícies receptoras e as três alturas de queda. Por meio dos resultados obtidos, conclui-se que o uso de superfícies protetoras diminui significativamente os danos internos nos frutos e que tomates submetidos à queda em caixas plásticas demonstraram significativa incidência em danos físicos, portanto, modificações devem ser realizadas na etapa de embalagem.

Keywords : Lycopersicon esculentum; galpões de beneficiamento; danos físicos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License