SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 issue4Nutritional quality of carrot and lettuce grown in Mossoró-RN, Brazil, as affected by plant densitiesPlot size variation to quantify yield of potato clones author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

MAGALHAES, Ana Maria de  and  FERREIRA, Marcos David. Qualidade dos frutos de tomate de mesa quando submetidos a impacto por ocasião do beneficiamento. Hortic. Bras. [online]. 2006, vol.24, n.4, pp. 481-484. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362006000400017.

A tomaticultura de mesa vem se modernizando nos últimos anos, com a implantação de unidades de beneficiamento e classificação que limpam, selecionam e classificam os produtos. Apesar destas mudanças, as perdas pós-colheitas ainda são altas, principalmente pela incidência de danos físicos, que ocorrem em pontos de transferência nos equipamentos e durante o processo de embalagem. Este trabalho teve como objetivo avaliar a qualidade dos frutos de tomate de mesa, cv "Débora", quando submetidos à queda após a etapa de limpeza em protótipo desenvolvido em laboratório para simular este sistema, relacionando alterações na qualidade com a magnitude de impacto encontrada (G, m/s2). Para tanto tomates foram beneficiados em rotações de 100 rpm e submetidos à queda em três diferentes alturas (10, 20 e 30 cm) e três diferentes superfícies receptoras (espuma, caixa plástica e metálica). A magnitude dos impactos (G, m/s2) foi mensurada através da utilização da esfera instrumentada de 70 mm (Techmark, Inc., Lansing, EUA). A qualidade dos frutos após serem submetidos ao impacto foi avaliada por meio da perda de massa (%), injúria interna e de análises químicas. Os resultados obtidos com a esfera instrumentada mostraram que a superfície de espuma reduziu a aceleração máxima (G, m/s2) em aproximadamente 70%, para as alturas de queda de 10 e 20 cm e de 47% para a queda de 30 cm, quando comparada à superfície metálica. Nos ensaios com os tomates, observou-se que frutos submetidos à queda de 30 cm em superfície metálica apresentaram um aumento de 31% nos danos internos quando comparados aos frutos submetidos à queda desta mesma altura em superfície de espuma. A perda de massa foi maior (3,46%) nos frutos submetidos à queda de 30 cm na superfície caixa plástica. Para as análises químicas não foi observada diferença estatística entre as três superfícies receptoras e as três alturas de queda. Por meio dos resultados obtidos, conclui-se que o uso de superfícies protetoras diminui significativamente os danos internos nos frutos e que tomates submetidos à queda em caixas plásticas demonstraram significativa incidência em danos físicos, portanto, modificações devem ser realizadas na etapa de embalagem.

Keywords : Lycopersicon esculentum; galpões de beneficiamento; danos físicos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese