SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue2Recurrent selection for fruit yield and quality in braquitic squashEffect of planting density on green ear yield of maize cultivars bred in different periods author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

MACHADO, Adriana Q; ALVARENGA, Marco Antônio R  and  FLORENTINO, Carlos Eduardo T. Produção de tomate italiano (saladete) sob diferentes densidades de plantio e sistemas de poda visando ao consumo in natura. Hortic. Bras. [online]. 2007, vol.25, n.2, pp. 149-153. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362007000200004.

Verificou-se o efeito de três espaçamentos entre plantas e três sistemas de poda sobre a produção de frutos de tomateiro do tipo italiano (saladete), visando ao consumo in natura. O delineamento experimental foi blocos ao acaso, com três repetições. Os tratamentos foram dispostos em parcelas subdivididas, com os híbridos Heinz 9780 e Kátia alocados às parcelas e, um fatorial de três espaçamentos entre plantas (20; 35 e 50 cm) e três números de cachos por planta (2; 4 e 8), às subparcelas. As plantas foram conduzidas sem tutoramento. Houve incremento da produção total e comercial com a redução do espaçamento entre plantas e com o aumento do número de cachos por planta, com interação significativa entre essas duas variáveis, que apresentaram produção total e comercial de 202,6 t ha-1 e 165,9 t ha-1 respectivamente no espaçamento entre plantas de 20 cm e em plantas conduzidas com oito cachos. Apenas o híbrido Kátia apresentou redução significativa do número de frutos por planta quando o espaçamento entre plantas foi reduzido de 50 cm para 35 cm. Houve efeito depressivo da redução do espaçamento entre plantas no peso médio de frutos, a partir de 35 cm para o híbrido Heinz 9780 e, 20 cm, para o híbrido Kátia. Já a poda das plantas após o segundo cacho elevou o peso médio dos frutos em 54% no híbrido Heinz 9780 e 48,6% no híbrido Kátia, quando comparado ao tratamento com oito cachos por planta. Os resultados indicam a possibilidade de aumentar o peso médio de frutos de tomateiro com o emprego do espaçamento entre plantas de 50 cm para o híbrido Heinz 9780 e, 35 ou 50 cm, para o híbrido Kátia, e da poda apical após dois ou quatro cachos. Os híbridos mostraram-se adequados para a produção de tomate destinado ao consumo in natura, por apresentarem frutos com tamanho exigido por esse mercado.

Keywords : Lycopersicon esculentum Mill.; espaçamento; número de cachos; peso médio de frutos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese