SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 issue2Production and quality of seeds and roots of carrot cultivated under organic and mineral fertilizationResponse of phosphorus levels on okra planted in sandy soil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

COSTA, Larissa CB; PINTO, José Eduardo BP; BERTOLUCCI, Suzan KV  and  CARDOSO, Maria G. Produção de biomassa e óleo essencial de elixir-paregórico em função do corte das inflorescências e épocas de colheita. Hortic. Bras. [online]. 2007, vol.25, n.2, pp. 175-179. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362007000200009.

Avaliou-se a produção de biomassa e óleo essencial de plantas de elixir-paregórico (Ocimum selloi), em função do corte das inflorescências e épocas de colheita. O experimento foi realizado em campo, em blocos ao acaso, com os tratamentos dispostos em fatorial 2 x 8, sendo dois sistemas de manejo (com e sem corte de inflorescências) e oito épocas de colheita (45; 60; 75; 90; 105; 120; 135 e 150 dias após o transplante das mudas), com quatro repetições. Avaliaram-se as características altura de planta, massa seca de caule (MSC), folhas (MSF) e inflorescências (MSI) e teor e rendimento de óleo essencial destilado de folhas. O corte das inflorescências não afetou a altura das plantas. Plantas intactas apresentaram uma média de altura de 51,8 cm, enquanto aquelas que tiveram suas inflorescências cortadas atingiram em média 53,2 cm de altura. O crescimento das plantas apresentou resposta quadrática em relação às épocas de colheita, com a altura máxima estimada de 65,9 cm, 139 dias após o transplante (DAT). As plantas cujas inflorescências foram cortadas produziram maior MSC (51,8 g planta-1) e MSF (27,9 g planta-1), em relação às plantas sem corte (MSC = 42,4; MSF = 21,3 g planta-1) e, assim como MSI, apresentaram ajuste quadrático para os dois sistemas de manejo, ao longo das épocas de colheita. O teor de óleo essencial das folhas não foi afetado pelo sistema de manejo, mas apresentou resposta quadrática às épocas de colheita. Entretanto, o rendimento médio de óleo essencial das folhas das plantas cuja inflorescência foi cortada foi significativamente maior (1,60 g planta-1) do que nas plantas que não sofreram o corte (1,18 g planta-1). Para as plantas que tiveram as suas inflorescências cortadas, o rendimento de óleo máximo estimado foi de 2,36 g planta-1, obtido 135 DAT, enquanto nas plantas que não foram cortadas o rendimento de óleo máximo estimado foi de 1,65 g planta-1, obtido 114 DAP.

Keywords : Ocimum selloi; planta medicinal e aromática; época de colheita; sistema de manejo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese