SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número3Ocorrência da raça 3 de Fusarium oxysporum f. sp. lycopersici em lavouras comerciais de tomate para mesa no estado do Rio de JaneiroProdutividade do meloeiro fertirrigado com potássio em ambiente protegido índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

RESENDE, Geraldo M de; YURI, Jony E  e  SOUZA, Rovilson José de. Épocas de plantio e doses de silício no rendimento de alface tipo americana. Hortic. Bras. [online]. 2007, vol.25, n.3, pp.455-459. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362007000300026.

Com o objetivo de avaliar a influência de épocas de plantio e doses de silício sobre o rendimento e qualidade pós-colheita da alface tipo americana, cv. Raider, foram conduzidos dois ensaios nos períodos de maio a agosto de 2002 (inverno) e novembro de 2002 a janeiro de 2003 (verão), no município de Três Pontas-MG. Utilizou-se o delineamento de blocos ao acaso em parcelas subdivididas, sendo as parcelas constituídas pelas épocas de plantio (inverno e verão) e as subparcelas pelas doses de silício (0,0; 0,9; 1,8; 2,7 e 3,6 L ha-1), com quatro repetições. A maior massa fresca total, comercial e circunferência da cabeça foram obtidas no plantio de inverno. Para os dados relativos às doses de silício ajustou-se modelo quadrático, pelo qual se estimaram as doses 2,0 e 2,7 L ha-1, como as que proporcionaram os maiores rendimentos de massa fresca total e comercial, respectivamente. Ajustou-se modelo quadrático com ponto de máxima circunferência para a dose de 2,1 L ha-1 de silício, que proporcionou circunferência de 40,1 cm. O plantio de inverno apresentou melhor conservação pós-colheita que o de verão, quando avaliado por uma escala de notas, aos 10 e 20 dias após a colheita. Para aplicação aos 20 dias após o transplante, evidenciou-se efeito quadrático onde a dose de 2,0 L ha-1 de silício promoveu a melhor conservação pós-colheita da alface.

Palavras-chave : Lactuca sativa; massa fresca total e comercial; conservação pós-colheita.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons