SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número4Épocas de plantio e doses de zinco em alface tipo americanaAtividade respiratória e metabolismo dos pigmentos de beterrabas minimamente processadas tratadas com ácido cítrico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

VILLAS BOAS, Roberto L et al. Exportação de nutrientes e qualidade de cultivares de rosas em campo e em ambiente protegido. Hortic. Bras. [online]. 2008, vol.26, n.4, pp.515-519. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362008000400018.

Foram avaliadas a exportação de nutrientes por cultivares de rosas e as características que refletem qualidade em campo e ambiente protegido. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, sendo os tratamentos constituídos por 15 e 12 cvs. em ambiente protegido e em campo, respectivamente, com três repetições. Cada unidade experimental foi constituída por duas plantas, sendo coletada uma haste por planta. Foram determinados o diâmetro da haste e do botão floral, comprimento da haste, fitomassa seca e acúmulo de macro e micronutrientes pelas hastes colhidas. Plantas que apresentaram hastes com maior comprimento e diâmetro apresentaram também maiores quantidades de nutrientes extraídos. Os nutrientes extraídos em maiores quantidades foram o N e o K. Com base na quantidade de nutrientes extraídos é possível que se faça o agrupamento de cvs. para estabelecer uma recomendação de fertilizantes para as cvs. com exigência nutricional semelhante.

Palavras-chave : Rosa sp.; nutrientes; extração; flores.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons