SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número3SPAD index for nitrogen status diagnosis of zucchini plantsLight quality and silicon on growth in vitro of native and hybrid orchid species índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Horticultura Brasileira

versión impresa ISSN 0102-0536

Resumen

CHARLO, Hamilton César de O et al. Análise de crescimento de pimentão cultivado em fibra de coco em ambiente protegido. Hortic. Bras. [online]. 2011, vol.29, n.3, pp. 316-323. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362011000300010.

O conhecimento sobre o crescimento das culturas permite o planejamento de métodos de cultivo racional, que contribuirá para alcançar um maior potencial de espécies vegetais, além de fornecer informações para a construção de modelos matemáticos descritivos de crescimento. Diante disto, o objetivo deste estudo foi determinar a curva de crescimento do pimentão amarelo (híbrido Eppo) cultivado em fibra de coco em ambiente protegido com fertirrigação. O experimento compreendeu inicialmente 160 plantas, divididas em quatro blocos, sendo colhidas duas por bloco a cada 21 dias após o transplante, finalizando-se aos 189 dias após o transplante. O cultivo de pimentão foi feito em vasos plásticos de 13 L contendo fibra de coco, distribuídos em fila dupla, com espaçamento de 0,5 x 0,8 m entre fileiras simples e 1,1 m entre fileiras duplas. Em cada colheita foram avaliados o crescimento das plantas e a produção e qualidade de frutos maduros. A massa seca da parte aérea aumentou com o tempo, seguindo um modelo exponencial de primeira ordem, atingindo um máximo de 451,5 g/planta aos 189 dias após o transplante (DAT). A produção de massa seca de folhas, caule, raiz e frutos também aumentou ao longo do tempo, seguindo o mesmo modelo, atingindo valores máximos de 68.7, 65.8, 11.5 e 302.9 g/planta, respectivamente, aos 189 DAT. O mesmo ocorreu com a área foliar por planta, altura da planta e a taxa de crescimento absoluto, cujos valores máximos foram de 6.183,5 cm2, 136.9 cm e 4.4 g/planta/dia, respectivamente. O crescimento das plantas foi contínuo ao longo do ciclo, sendo que a maior quantidade de massa seca foi acumulada nos frutos, cuja produção comercial chegou a 97.3 t ha-1, sendo totalmente classificados como Extra.

Palabras llave : Capsicum annuum; análise de crescimento; fertirrigação.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés