SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 issue3Main carrot root attributes based on stake holders perceptionsNitrogen fertilization on intercropping of lettuce and rocket author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

ROCHA, Disraeli R da; FORNASIER FILHO, Domingos  and  BARBOSA, José Carlos. Efeitos da densidade de plantas no rendimento comercial de espigas verdes de cultivares de milho. Hortic. Bras. [online]. 2011, vol.29, n.3, pp. 392-397. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362011000300023.

A cultura do milho-verde é alternativa de grande valor econômico para pequenos e médios agricultores, principalmente em áreas irrigadas. O objetivo do trabalho foi avaliar o rendimento comercial de espigas verdes e de outras características das plantas de seis cultivares de milho, submetidas a quatro densidades populacionais. Utilizou-se o delineamento experimental em parcelas subdivididas, com seis tratamentos principais (cultivares), quatro tratamentos secundários (densidade populacional) e quatro repetições dispostas em blocos casualizados. As cultivares Cativerde 2, P3232, BM3061 e AG4051 apresentaram as maiores alturas de plantas, enquanto SWB551 foi a mais reduzida. A menor altura média de inserção da primeira espiga foi obtida pela cultivar SWB551. As cultivares AG4051, AG1051, BM3061 e P3232 foram superiores às demais em comprimento e no número de espigas comerciais despalhadas. Entre as quatro densidades populacionais, 50.000 plantas ha-1 foi a que promoveu o mais alto rendimento de espigas. O híbrido P3232 apresentou ciclo e acúmulo térmico superiores às demais cultivares, com BM3061 sendo a mais precoce.

Keywords : Zea mays; híbridos; variedade; milho doce; acúmulo térmico.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese