SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.29 número4Teores de nitrato em alface sob fluxo de fótons fotossintéticos e concentração de nitrato na solução nutritivaInfluência da biomassa de leguminosas sobre a produção de repolho em dois cultivos consecutivos índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536

Resumo

LOPES, Welder de AR et al. Análise do crescimento de tomate 'SM-16' cultivado sob diferentes coberturas de solo. Hortic. Bras. [online]. 2011, vol.29, n.4, pp.554-561. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362011000400019.

Com o objetivo de analisar o crescimento de plantas de tomate 'SM-16', cultivadas sob diferentes coberturas de solo conduziu-se um experimento na WG Fruticultura, Baraúna-RN entre julho e novembro de 2008. O delineamento experimental adotado foi o de blocos casualizados completos, com quatro repetições. Os tratamentos foram dispostos em parcelas subdivididas, sendo as parcelas representadas pelos tipos de cobertura de solo: solo descoberto, filme de polietileno preto, filme de polietileno prateado, filme de polietileno branco e polipropileno preto (TNT), e as sub-parcelas pelas épocas de amostragens das plantas: 14, 28, 42, 56, 70, 84 e 98 dias após o transplantio (DAT). Foram avaliados: acúmulo de massa seca nas folhas (AMSF), ramos (AMSR), inflorescências (AMSI), frutos (AMSFR) e total (AMST), índice de área foliar (IAF), razão de área foliar (RAF), área foliar específica (AFE), taxa de crescimento absoluto (TCA), taxa de crescimento relativo (TCR) e taxa assimilatória líquida (TAL). As coberturas de solo influenciaram o desenvolvimento do acúmulo de massa seca nas folhas, ramos e frutos, sendo o TNT a que promoveu as maiores médias. Os frutos se comportaram como dreno preferencial da planta. O TNT foi a cobertura de solo que promoveu as maiores médias para o índice de área foliar e as taxas de crescimento absoluto e relativo. A razão de área foliar, área foliar específica e taxa assimilatória líquida não foram influenciadas pelas coberturas de solo.

Palavras-chave : Lycopersicon esculentum; mulching; partição de assimilados; taxa de crescimento.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons