SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue1Keeping quality of cut roses cv. Vega in holding solutionsDensity of substrates depending on the analytical methods and the levels of humidity author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

CARDOSO, Jean C; ONO, Elizabeth O  and  RODRIGUES, João D. Desenvolvimento vegetativo e reprodutivo de orquídea híbrida do gênero Phalaenopsis tratadas com ácido giberélico. Hortic. Bras. [online]. 2012, vol.30, n.1, pp. 71-74. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362012000100012.

O setor de floricultura movimenta cerca de um bilhão de dólares no Brasil e o desenvolvimento de técnicas direcionadas ao controle do florescimento é necessário. O presente trabalho avaliou a influência do ácido giberélico (GA3) no desenvolvimento vegetativo e reprodutivo de plantas jovens de Phalaenopsis FSNT 'Dai-Itigo', híbrido de coloração rósea. A aplicação do GA3 foi feita via pulverização foliar nas concentrações de 0, 125, 250, 500 e 1.000 mg L -1. O comprimento das folhas aumentou consideravelmente com o uso do GA3 em baixas concentrações, porém houve diminuição da largura foliar das plantas tratadas com esse fitorregulador. A aplicação do GA3 na concentração de 125 mg L -1 apresentou os melhores resultados para a promoção do florescimento e qualidade da floração deste híbrido de orquídea. Nesse tratamento, aproximadamente 50% das plantas pulverizadas apresentaram floração cerca de 6-12 meses antes da floração das plantas sem aplicação do fitorregulador. Em conclusão, a qualidade da floração e das flores foi melhor no tratamento com 125 mg L -1 de GA3.

Keywords : Phalenopsis; plantas jovens; tamanho da folha; precocidade; florescimento; qualidade.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English