SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 número1Manutenção da qualidade de rosas cortadas cv. Vega em soluções conservantesDensidade de substratos dependendo dos métodos de análise e níveis de umidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536

Resumo

CARDOSO, Jean C; ONO, Elizabeth O  e  RODRIGUES, João D. Desenvolvimento vegetativo e reprodutivo de orquídea híbrida do gênero Phalaenopsis tratadas com ácido giberélico. Hortic. Bras. [online]. 2012, vol.30, n.1, pp.71-74. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362012000100012.

O setor de floricultura movimenta cerca de um bilhão de dólares no Brasil e o desenvolvimento de técnicas direcionadas ao controle do florescimento é necessário. O presente trabalho avaliou a influência do ácido giberélico (GA3) no desenvolvimento vegetativo e reprodutivo de plantas jovens de Phalaenopsis FSNT 'Dai-Itigo', híbrido de coloração rósea. A aplicação do GA3 foi feita via pulverização foliar nas concentrações de 0, 125, 250, 500 e 1.000 mg L -1. O comprimento das folhas aumentou consideravelmente com o uso do GA3 em baixas concentrações, porém houve diminuição da largura foliar das plantas tratadas com esse fitorregulador. A aplicação do GA3 na concentração de 125 mg L -1 apresentou os melhores resultados para a promoção do florescimento e qualidade da floração deste híbrido de orquídea. Nesse tratamento, aproximadamente 50% das plantas pulverizadas apresentaram floração cerca de 6-12 meses antes da floração das plantas sem aplicação do fitorregulador. Em conclusão, a qualidade da floração e das flores foi melhor no tratamento com 125 mg L -1 de GA3.

Palavras-chave : Phalenopsis; plantas jovens; tamanho da folha; precocidade; florescimento; qualidade.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons