SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue3Selection of Beauveria bassiana isolates potential for diamondback moth controlYield and shelf life of chrysanthemum in response to the silicon application author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

BRATTI, Elisa F et al. Cultivo de gladíolos em função das doses de calcário e potássio. Hortic. Bras. [online]. 2012, vol.30, n.3, pp. 397-402. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362012000300007.

Para o cultivo do gladíolo no Cerrado, caracterizado por solos de baixa fertilidade e elevada acidez, faz-se necessário o uso de corretivo agrícola e fertilização, especialmente a potássica. Assim, o objetivo desta pesquisa foi avaliar o efeito de diferentes doses de calcário e de potássio na produção comercial de plantas de gladíolo, cultivadas em um Latossolo Vermelho Distroférrico. O experimento foi conduzido na UFGD, em Dourados (MS). O delineamento experimental constou de blocos casualizados com quatro repetições, sendo que a unidade experimental foi composta por duas plantas de gladíolos, cultivar Peter Pears, cultivadas em vaso plástico de 5 L. Os tratamentos foram arranjados em parcelas subdivididas, sendo que nas parcelas foram alocadas as cinco doses de calcário dolomítico (0, 1, 2, 4 e 8 t ha-1) e, nas sub-parcelas, as cinco doses de K2O (0, 20, 40, 80 e 160 kg ha-1), utilizando-se como fonte o cloreto de potássio (KCl). Determinaram-se o comprimento das folhas, o início da floração, a durabilidade e o número de botões florais, a altura da planta e o comprimento das espigas. Após a floração, avaliou-se a matéria fresca, comprimento e diâmetro dos cormos produzidos e o teor de nutrientes da parte aérea. O comprimento das folhas, início da floração e durabilidade dos botões florais não foram influenciados pela calagem nem pela adubação potássica. O excesso de K e CaCO3 foram prejudiciais à altura da planta e ao comprimento da espiga floral, reduzindo o número de botões florais e o diâmetro dos cormos produzidos; doses elevadas de K2O diminuíram a absorção de magnésio pelas plantas. Conclui-se que as doses de calcário e potássio estudadas não foram eficientes para produzir plantas de gladíolo classificadas comercialmente como extras.

Keywords : Gladiolus grandiflorus; floricultura; adubação; cormo.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese