SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.30 issue3Molecular characterization of pumpkin landraces by microsatellite markersIrrigation effect in the postharvest conservation of Piel de Sapo melon author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horticultura Brasileira

Print version ISSN 0102-0536

Abstract

SANTOS, Thatiana C; ARRIGONI-BLANK, Maria de Fátima  and  BLANK, Arie F. Propagação e conservação in vitro de vetiver. Hortic. Bras. [online]. 2012, vol.30, n.3, pp. 507-513. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362012000300025.

O vetiver (Chrysopogon zizanioides) é um capim perene com características físico-químicas e agronômicas importantes que o torna uma espécie destaque. De suas raízes é extraído um óleo essencial utilizado amplamente na produção de perfumes e devido à sua baixa volatilidade, como fixador de odor. Esse trabalho teve como objetivo desenvolver um protocolo de propagação e de conservação in vitro de vetiver. Para o ensaio de multiplicação in vitro testaram-se combinações dos reguladores de crescimento BAP e ANA. Na aclimatização foram testados substratos contendo pó de coco e/ou vermiculita suplementado com calcário, fertilizante NPK (3-12-6) e concentrações dos sais do meio MS. Nos ensaios de conservação in vitro foram avaliadas as temperaturas de 18 e 25°C, reguladores osmóticos (sacarose, manitol e sorbitol), o inibidor de crescimento ABA e diferentes concentrações dos sais MS. Verificou-se que a micropropagação de vetiver UFS-VET003 é promovida em meio MS líquido acrescido de 3,33 mg L-1 de BAP, sendo a etapa de enraizamento das brotações proporcionada em meio MS básico, também líquido. Para aclimatização recomenda-se o substrato PBC. A conservação in vitro é possível em meio MS semissólido com 25% dos sais MS e temperatura de 18°C por um período de 270 dias.

Keywords : Chrysopogon zizanioides; micropropagação; aclimatização; substratos; cultura de tecidos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese