SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 número1Produção de beterraba em função do espaçamentoCultivo orgânico de cultivares de cebola nas condições da Baixada Fluminense índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

SOUZA, José R et al. Potencialidade de fungicidas biológicos no controle de requeima do tomateiro. Hortic. Bras. [online]. 2014, vol.32, n.1, pp.115-119. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-05362014000100020.

O objetivo deste trabalho foi comparar o efeito da aplicação de fungicidas com agente biológico como alternativa do controle de requeima em tomateiro híbrido Silvety. O experimento foi conduzido em campo entre 2011 e 2012 na área experimental da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia, Vitória da Conquista-BA. Empregou-se o delineamento em blocos casualizados com cinco tratamentos, quatro repetições e unidade experimental constituída por 12 plantas. Os tratamentos (T) foram: T1) testemunha não pulverizada; T2) Trichoderma harzianum(2x108conídios/mL); T3) Trichoderma longibrachiatum(2x108conídios/mL); T4) metalaxyl-M + mancozeb (204 g/100L i.a/ha); T5) cloridrato de propamocarbe + fluopicolide (1000 g i.a/ha) e T6) dimetamorfe (75 g/100L i.a/ha), aplicados de forma preventiva aos 35, 42, 49 e 56 DAT (dias após o transplante). Avaliou-se a severidade da doença, a produtividade e seus componentes (número de frutos por planta, massa média dos frutos, produção). Os resultados da severidade foram utilizados para calcular a área abaixo da curva do progresso da requeima (AACPR). Para a comparação das médias, realizou-se a análise de variância e teste Tukey a 5% de probabilidade. Os fungicidas químicos promoveram maior proteção contra a requeima do tomateiro. Com cloridrato de propamocarbe + fluopicolide e metalaxyl-M + mancozeb foram obtidas as menores porcentagens de área foliar atacada pela requeima, de 2,6 e 4,36%, respectivamente, conforme avaliação aos 65 DAT. Os isolados Trichobio01 e Trichonemate01 apresentaram eficiência protetora contra a requeima até o 58º DAT. Propamocarbe + fluopicolide demonstrou eficiência no controle de requeima, apresentando a menor AACPR com 31,50 e um incremento médio de 47% na produtividade.

Palavras-chave : Solanum lycopersicum; Phytophthora infestans; Trichodermaspp.; controle biológico.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )