SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número1Cultivo de abóbora, suplementada com biofertilizante, em aléias de leguminosas arbóreasCrescimento da batateira em sistema de preparo profundo de solo e sucessão de poáceas índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536

Resumo

TAVARES, Armando R et al. Análise da epiderme foliar durante a aclimatização de bromélia micropropagada. Hortic. Bras. [online]. 2015, vol.33, n.1, pp.45-50. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-053620150000100008.

O objetivo do trabalho foi estudar as alterações anatômicas na epiderme de folhas de bromélia ornamental (Aechmea blanchetiana) micropropagadas, durante o período de aclimatização, no qual ocorre grande perda de plantas, e o início da produção comercial em estufa. Realizou-se a análise, em microscopia fotônica, das características estruturais da epiderme abaxial de folhas da espécie, provenientes de mudas cultivadas in vitro, nas plantas aos 0, 7, 28, 49, 70 e 91 dias de aclimatização. Foram utilizadas as técnicas usuais no preparo do material para obtenção das lâminas semipermanentes de secções paradérmicas. A densidade estomática foi determinada na região mediana da folha. Os parâmetros estudados evidenciaram alterações anatômicas significativas nas primeiras semanas, sendo que a espessura das paredes celulares epidérmicas, a densidade dos estômatos, e a área e densidade das escamas apresentaram diminuição considerável nas primeiras semanas de aclimatização. A partir dos 49 dias, as folhas apresentaram características da planta adulta, possivelmente indicando o término do período de aclimatização.

Palavras-chave : Aechmea blanchetiana; anatomia; micropropagação; Bromeliaceae..

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )