SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número2Capacidade geral e específica de combinação em couve-flor de inverno índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horticultura Brasileira

versão impressa ISSN 0102-0536versão On-line ISSN 1806-9991

Resumo

CAMARGO FILHO, Waldemar P  e  CAMARGO, Felipe P. Uma rápida revisão da produção e comercialização das principais hortaliças no Brasil e no mundo de 1970 a 2015. Hortic. Bras. [online]. 2017, vol.35, n.2, pp.160-166. ISSN 0102-0536.  http://dx.doi.org/10.1590/s0102-053620170202.

No período 2013-14, a produção mundial de hortaliças foi de 1.134,27 milhões de toneladas por ano. Alho, batata, cebola, melancia e tomate participaram com 66,5% do total. Já no Brasil, em 2012, considerando 40 espécies de hortaliças, a produção fcou ao redor de 23 milhões de toneladas em uma área de 900 mil hectares. Batata, tomate (mesa e processamento), cebola, melancia, cenoura, batata-doce, alface e repolho, as principais hortaliças no Brasil, representaram 64,0% do volume produzido. Este trabalho apresenta a evolução da produção, comercialização e disponibilidade de alho, cebola, batata, tomate e melancia no Brasil e no mundo, com foco sobre etapas distintas no Brasil: 1970-1990 {período do Programa de Apoio à Produção e Comercialização de Produtos Hortigranjeiros (PROHORT)} e 1990-2012 (período da globalização). Em 13 anos (1977-1990), o PROHORT modernizou a produção de frutas, hortaliças e produtos granjeiros, dando condições para que o setor concorresse no mercado mundial, em especial a partir de 1990, com a abertura do mercado e a implantação do MERCOSUL. No período de 22 anos compreendidos entre 1990-2012, apesar das dificuldades iniciais com a abertura de mercado e as instabilidades econômicas internas, a produção e a disponibilidade de alho, cebola, batata, tomate e melancia evoluíram no Brasil. A horticultura continuou incorporando tecnologias e se modernizando, com impulso do aumento de mercado devido ao crescimento populacional (33%) observado no Brasil neste período e aumento da renda dos brasileiros conseguido através do controle da inflação. No mundo, o trabalho discute os mesmos aspectos para essas cinco hortaliças no período 2001-2013. A análise dos triênios iniciais e fnais do período mostrou que a produção de hortaliças aumentou 30,3% no mundo e 24,4% no Brasil. Nos dois contextos, o aumento da produtividade foi o principal responsável pelo aumento da produção, advindo principalmente do uso de cultivares melhoradas, especialmente híbridos.

Palavras-chave : área cultivada; produção; políticas públicas; alho; cebola; batata; tomate; melancia..

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )