SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue2Exotic ticks on horses imported from Portugal to BrazilAstrocytic reaction in the canine granulomatous meningoencephalomyelitis author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

Print version ISSN 0102-0935On-line version ISSN 1678-4162

Abstract

SERAKIDES, R.; CASSALI, G.D.; SANT'ANA, F.J.F.  and  NASCIMENTO, E.F.. Mesotelioma peritoneal em cão: relato de caso. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2001, vol.53, n.2, pp.1-5. ISSN 0102-0935.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352001000200009.

Este estudo descreve os achados anatomopatológicos e imuno-histoquímicos do mesotelioma peritoneal em um cão da raça Setter, de nove anos de idade e sem histórico clínico. À necropsia, foram observados vários nódulos que variavam de alguns milímetros a 2cm de diâmetro, de superfície lisa, esbranquiçados, firmes e distribuídos amplamente pelos peritônios parietal e visceral dos órgãos abdominais e pelo funículo espermático. Histologicamente foram evidenciados ninhos de células mesoteliais neoplásicas envoltos por grande quantidade de tecido conjuntivo fibroso. Essas células apresentavam-se fusiformes ou epitelióides com citoplasma vacuolizado e núcleo oval com cromatina frouxa e nucléolo evidente. Havia também algumas formações císticas revestidas por uma ou mais camadas de células neoplásicas achatadas ou colunares e com o lúmen ocupado por debris celulares e material eosinofílico, PAS-positivo. Áreas de metaplasia cartilaginosa e de necrose também foram visualizadas. O resultado das reações imuno-histoquímicas revelou a presença de células neoplásicas com imunomarcações fortes e difusas para proteína S100 e para citoqueratina (AE1/AE3) e ausência de marcação para vimentina e para o antígeno carcinoembrionário (CEA). A imunomarcação das células neoplásicas com a utilização do anticorpo contra célula mesotelial humana (HBME-1) foi forte e multifocal. Com base nos achados anatomopatológicos e imuno-histoquímico, firmou-se o diagnóstico de mesotelioma peritoneal esclerosante.

Keywords : Cão; mesotelioma; peritônio; imuno-histoquímica.

        · abstract in English     · text in Portuguese

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License