SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número3Perfil de aglutininas anti-Leptospira em bezerras búfalas vacinadas com bacterina pentavalente comercial contra leptospirose índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

versão impressa ISSN 0102-0935

Resumo

MARTINS, N.R.S. et al. Macrorhabdus ornithogaster em avestruzes, ema, canário, mandarim, galinha, peru, galinha da Angola, pombo doméstico, rolinha, tucano, perdiz de chuckar e infecção experimental em galinha, codorna e camundongo. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2006, vol.58, n.3, pp. 291-298. ISSN 0102-0935.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352006000300001.

Desde 2000, diversos casos de infecção e doença por Macrorhabdus ornithogaster (megabacteria) foram diagnosticados no Setor de Doenças das Aves (Escola de Veterinária da UFMG). A doença clínica foi caracterizada por emagrecimento, prostração, perda do apetite, caquexia e morte, em curso crônico, embora com forma mais aguda em canários e periquitos. O microrganismo grande, em forma de bastão, visível a partir de 100 aumentos sem e com coloração, pode também ser detectado em aves de aspecto clínico normal, principalmente galinhas, perus, codornas e pombos. Em emas (Rhea), avestruzes (Struthio camelus), canários, mandarins, galinhas da Angola (Numida meleagris) e periquitos Australianos (Melopsittacus undulatus), a severidade da doença foi sempre maior, ocasionando até 100% de mortalidade em alguns plantéis. Na maioria das espécies a doença foi detectada em aves com endo e/ou ectoparasitismo. O cultivo de M. ornithogaster foi obtido em meio sólido (ágar para fungos patogênicos) e subcultivado em meio líquido (thioglicolato), do proventriculo de galinha, galinha da Angola, perdiz de chuckar e canário. O resultado mais surpreendente na microscopia de M. ornithogaster foi a presença de motilidade, detectada tanto de cultivos in vitro quanto de preparações úmidas de in vivo. Diferenças nos aspectos das colônias foram notadas entre os isolados. Infecções experimentais em galinha (SPF) e codorna japonesa permitiram a detecção do organismo nos proventrículos das aves de aspecto normal. Nas codornas, à necropsia notaram-se hemorragias hepáticas. A infecção experimental em camundongos via intraperitoneal resultou em 100% de mortalidade, também com lesões hepáticas. Aspectos do cultivo, a importância da doença, as espécies de aves susceptíveis e seu papel na epidemiologia são discutidos.

Palavras-chave : Macrorhabdus ornithogaster; megabacteria; avestruz; ema; canário; mandarim; frango de corte industrial; galinha de fundo de quintal; peru; galinha da Angola; pombo doméstico; rolinha; tucano; perdiz de chuckar.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · pdf em Inglês