SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.59 issue6Bone morphogenetic proteins associated with autogenous bone graft in the reparation of calvarial experimental defects of rabbits (Oryctolagus cuniculus)Dinamics of naturally Eimeria spp. infected Santa Inês lambs reared under semi-intensive conditions in Northern Minas Gerais, Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

Print version ISSN 0102-0935

Abstract

CREMONINI, D.N. et al. Transplante de membrana amniótica canina criopreservada para cicatrização de córnea com deficiência de células límbicas em coelhos. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2007, vol.59, n.6, pp. 1462-1467. ISSN 0102-0935.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352007000600017.

Avaliaram-se as alterações relacionadas à deficiência das células límbicas precursoras do epitélio corneano de coelhos e o efeito da membrana amniótica sobre sua cicatrização. A lesão, induzida com n-heptanol associado à peritomia conjuntival em 360°, foi recoberta com membrana amniótica canina, suturada à episclera perilímbica, criopreservada em meio para congelação de embrião ou em meio próprio, ambos com glicerol a 50% e mantida a -80°C. O grupo-controle não foi tratado com a membrana. As avaliações histológicas foram realizadas ao sétimo, 15º e 30º dias. Todos desenvolveram deficiência de células germinativas do limbo, denominada conjuntivalização, com presença de neovascularização, inflamação e defeitos epiteliais recorrentes, caracterizada na histopatologia pela presença de neovasos, edema, leucócitos e células caliciformes. O transplante de membrana amniótica não foi eficiente para o tratamento desta deficiência, entretanto auxiliou o processo de cicatrização da córnea.

Keywords : coelho; córnea; criopreservação; membrana amniótica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese