SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.60 número2Associação entre o gene da proteína de ligação de ácidos graxos - coração com características de carcaça e qualidade da carne em suínosConsumo, desempenho e parâmetros econômicos de novilhos Nelore e F1 Brangus x Nelore terminados em pastagens, suplementados com mistura mineral e sal nitrogenado com uréia ou amiréia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

versão On-line ISSN 1678-4162

Resumo

GOTTSCHALL, C.; FERREIRA, E.; CANELLAS, L.  e  BITTENCOURT, H.R.. Perdas reprodutivas e reconcepção em bovinos de corte segundo a idade ao acasalamento. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2008, vol.60, n.2, pp.414-418. ISSN 1678-4162.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352008000200021.

Avaliou-se o desempenho reprodutivo de novilhas de corte acasaladas aos 14 meses (14M), aos 24 meses (24 M) e de vacas multíparas (V), totalizando 4.012 animais. As perdas reprodutivas (PR) foram de 19,3%, 11,6% e 7,6% para 14M, 24M e V, respectivamente, sendo que 14M diferiu de V (P<0,01). A ocorrência de distocia foi de 20,7%, 5,1% e 0,8% para as categorias 14M, 24M e V, respectivamente, sendo que 14M diferiu de V (P<0,01). Ocorreu maior mortalidade causada por distocia entre os animais do grupo 14M que entre os do grupo V (P<0,01), 7,4% e 0,4%, respectivamente. A reconcepção foi maior nos animais de 14M (85,3%) e V (81,1%), comparada à dos de 24M (70,7%) (P<0,01). A categoria que teve maior concentração de parição no primeiro período, 52,3% (até 19/09), foi a de 24M (P<0,01). Animais acasalados mais jovens tendem a apresentar maiores perdas reprodutivas e ocorrências de distocia.

Palavras-chave : bovino; acasalamento; desempenho reprodutivo; distocia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons