SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.62 número6Fatores de risco associados à ocorrência de infecção por Cryptosporidium parvum em bezerrosInfecção experimental por Salmonella enterica subespécie enterica sorotipo Panama e tentativa de transmissão nasonasal em leitões desmamados índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

versão On-line ISSN 1678-4162

Resumo

LASKOSKI, L.M et al. Alterações morfológicas e apoptose em tecido laminar de equinos após obstrução intestinal e tratamento com hidrocortisona. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2010, vol.62, n.6, pp.1331-1339. ISSN 1678-4162.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352010000600006.

Foram utilizados quatro grupos de equinos para estudar alterações morfológicas e apoptose no tecido lamelar. O grupo CG (controle) foi composto por animais sem o procedimento cirúrgico; o grupo Ig (instrumentado), por animais submetidos à enterotomia; o grupo Tg (tratado), por animais submetidos à obstrução intestinal e tratados com hidrocortisona; e o grupo Ug (não tratado), por animais submetidos à obstrução intestinal, sem tratamento. O tecido laminar foi analisado quanto à presença de alterações morfológicas e de apoptose. Foram observadas alterações morfológicas nos equinos submetidos a procedimento cirúrgico, mas não houve diferença entre os grupos com relação às células apoptóticas. Conclui-se que a obstrução intestinal permite o desenvolvimento da laminite provavelmente por ativação sistêmica e que as manobras realizadas na enterotomia podem ser consideradas como agravantes no processo. A hidrocortisona não agravou as lesões do tecido laminar

Palavras-chave : equino; laminite; apoptose; obstrução intestinal; alterações morfológicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons