SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.63 issue1Tartrate-resistant acid phosphatase as a biomarker of bone turnover in dogCanine cricopharyngeal achalasia: case report author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

Print version ISSN 0102-0935

Abstract

FILGUEIRAS, R.R et al. Efeitos do congelamento sobre condrócitos cultivados de coelhos. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2011, vol.63, n.1, pp. 46-55. ISSN 0102-0935.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352011000100008.

Avaliaram-se os efeitos do congelamento sobre condrócitos mantidos em cultura, com o objetivo de se estabelecer um banco celular para futura aplicação como implante heterólogo. Condrócitos extraídos da cartilagem articular de nove coelhos saudáveis, da raça Nova Zelândia Branca, foram cultivados e submetidos ao congelamento, com o citoprotetor sulfóxido de dimetila a 5%, por um período de seis meses. Análises fenotípicas e de microscopia eletrônica de varredura foram realizadas com o objetivo de identificar diferenças morfológicas e funcionais entre as células frescas e as descongeladas. Após a digestão enzimática, foram obtidas 4,8x105 células por coelho. Os condrócitos frescos apresentaram elevada taxa mitótica e abundante presença de matriz até os 60 dias de cultura. Nas culturas dos condrócitos descongelados, a perda de estabilidade fenotípica foi marcante, o que foi demonstrado pela baixa intensidade da coloração dos proteoglicanos e pela fraca imunomarcação do colágeno tipo II. Sob as condições de congelamento utilizadas, houve importante perda de viabilidade condrocítica. Para futuros estudos in vivo de implante heterólogo, estes resultados sugerem que o elevado número de células deve ser implantado no sítio hospedeiro, com o objetivo de se obter maior quantidade de células viáveis, e que os condrócitos deverão ser implantados com duas semanas de cultivo, período em que apresentam melhor taxa de viabilidade

Keywords : coelho; congelamento celular; terapia celular; cartilagem articular; colágeno tipo II.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English