SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue2Intake and apparent digestibility in sheep fed elephant grass silage inoculated with Streptococcus bovisUse of artificial neural networks in breeding values prediction for weight at 205 days in Tabapuã beef cattle author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

Print version ISSN 0102-0935

Abstract

CAMARGO, D.G. et al. Características da ingestão de forragem por cordeiras nos estádios fenológicos da pastagem de azevém. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2012, vol.64, n.2, pp. 403-410. ISSN 0102-0935.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352012000200021.

Foram estudadas as características do processo de ingestão de forragem por cordeiras em azevém (Lolium multiflorum Lam.) nos estádios fenológicos vegetativo, pré-florescimento e florescimento, por meio de testes de pastejo e da técnica da dupla pesagem. O delineamento experimental foi o inteiramente ao acaso, com três tratamentos e cinco repetições no estádio vegetativo e seis nos demais estádios. Os diferentes estádios fenológicos não influenciam a taxa de ingestão, a massa do bocado e a profundidade de bocado quando a oferta de forragem não é limitante ao consumo. O aumento na taxa de bocados é o mecanismo utilizado por cordeiras para manter a taxa de ingestão constante. Os modelos de regressão múltipla indicam que, dentre os atributos do pasto, sua altura é o de maior importância para determinar mudanças no comportamento ingestivo de cordeiras.

Keywords : estrutura do pasto; Lolium multiflorum; massa do bocado; profundidade de bocado; taxa de ingestão.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese