SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 número2Influência do óleo de peixe na concentração de ácido linoléico conjugado e Omega 6 e 3 no leite de búfalasEstimativas de componentes de (co)variância para peso e escores visuais de conformação frigorífica em bovinos Nelore índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

versão impressa ISSN 0102-0935

Resumo

LEDUR, V.S. et al. Respostas fisiológicas e de desempenho de leitões suplementados com B-glucanos e desafiados imunologicamente. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2012, vol.64, n.2, pp. 443-450. ISSN 0102-0935.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352012000200025.

O estudo buscou avaliar as respostas fisiológicas e de desempenho à adição de diferentes níveis de β-glucanos na dieta de leitões recém-desmamados. Foram utilizados 30 machos de linhagem comercial, com 34 dias de idade e peso de 10,9±0,63kg, alojados em gaiolas individuais, durante 14 dias. Os tratamentos variaram somente nos níveis de β-glucanos que foram de 35, 70, 140 e 280g/T. No final desse período, em metade dos animais foram injetados 2,7mg de lipopolissacarídeo (LPS) em 1mL de solução (PBS)/leitão, e nos demais 1mL/leitão de PBS. Foram avaliadas temperatura retal (TR), frequência respiratória (FR), perfil bioquímico sanguíneo e sinais clínicos aos 30, 90, 120 e 390 minutos seguintes à injeção. As respostas de desempenho não foram afetadas pelos níveis de β-glucanos. Foi observado o aumento de TR, tanto em função do LPS como em função da hora em que a temperatura foi medida. No entanto, os animais LPS-injetados, que receberam 280g/T de β-glucanos, tiveram a mesma TR daqueles LPS-não injetados. Os sinais clínicos foram compatíveis com um quadro de inflamação aguda e foram observados, nos animais LPS-injetados, vômito, prostração e diarreia, sendo que a inclusão de β-glucanos não conseguiu reverter esses sintomas. O uso de β-glucanos por 14 dias na dieta de leitões recém-desmamados mostrou um efeito anti-inflamatório em situação de desafio agudo. Para reverter o desafio imunológico utilizado, o nível de 280g/T de β-glucanos mostrou-se o mais recomendado.

Palavras-chave : desempenho; imunologia; lipopolissacarídeo; leitões; β-glucanos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português