SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.64 issue5Milk composition of Holstein cows grazing ryegrass with the use of white clover as a protein sourceInfluence of somatic cell count and total bacterial counts of raw milk in cheese yield using small-scale methodology author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Arquivo Brasileiro de Medicina Veterinária e Zootecnia

Print version ISSN 0102-0935

Abstract

OLIVEIRA, M.C.P.P. et al. Espectroscopia no Infravermelho em Transformada Fourier para a análise de ureia em leite normal e adulterado. Arq. Bras. Med. Vet. Zootec. [online]. 2012, vol.64, n.5, pp. 1360-1366. ISSN 0102-0935.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-09352012000500037.

O objetivo deste estudo foi realizar a avaliação do CombiScopeTM FTIR (Delta Instruments), um equipamento baseado na espectroscopia de infravermelho por metodologia em Transformada Fourier (FTIR) para a avaliação do teor de nitrogênio uréico no leite (NUL) cru produzido no Brasil. A repetibilidade e reprodutibilidade do CombiScopeTM FTIR (Delta Instruments) e a comparação com um método enzimático automatizado (ChemSpec® 150; Bentley Instruments) foram testados para a medição do nitrogênio uréico no leite (NUL) cru. Adicionalmente, os níveis de NUL após armazenamento das amostras de leite a 4ºC e 20ºC por até 15 dias, e a capacidade e precisão para detectar uréia adicionada de forma fraudulenta ao leite foram avaliados por FTIR. Houve alta correlação entre os métodos FTIR e enzimático automatizado para a análise de uréia, sem diferença significativa entre ambos (p>0,05). A concentração de uréia no leite cru manteve-se estável durante o armazenamento das amostras a 4ºC por até 15 dias. No entanto, após três dias à temperatura de 20ºC houve um aumento nos níveis de uréia. Os resultados obtidos evidenciam que o equipamento CombiScopeTM FTIR é um método confiável para a análise do teor de uréia no leite cru. Entretanto, a detecção de uréia adicionada de forma fraudulenta ao leite cru não foi linearmente proporcional, com diferença significativa para adição de uréia em níveis de 40mg/dL.

Keywords : leite; validação; nitrogênio uréico no leite; espectroscopia no infravermelho; FTIR.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English